Por pedro.logato

Rio - A chegada do Papa Francisco ao Rio não vai alterar a programação nem a fé dos alvinegros. O time viaja nesta terça para Florianópolis, onde na quarta encara o Figueirense pela Copa do Brasil. Para conseguir a bênção da classificação, pode até empatar para ir às oitavas de final. [E, para isso, conta com a segurança de sua defesa.

Rafael Marques gostaria de ver o PapaAndré Mourão / Agência O Dia

Acostumado a desempenhar o papel de salvador na zaga, Dória pode ser agora a tábua de salvação das finanças. O zagueiro, de 18 anos, está perto de deixar o clube, rumo ao futebol europeu. A multa rescisória é de R$ 38 milhões — o Botafogo detém 60% dos direitos do jogador.

Com o dinheiro, o clube pretende pagar os dois meses de salários atrasados do elenco. Dória diz que ainda não recebeu proposta oficial.

“Para mim, não chegou nada. Fiquei sabendo por vocês (da imprensa). Fico tranquilo e procuro só jogar futebol. Caso seja verdade, deixo para a minha família e empresário resolverem. O futebol da Europa tem os melhores jogadores, as melhores ligas. É claro que é o sonho de todo mundo jogar lá”, reconheceu.

Evangélico, Dória sonha alto: “Tenho sonhos sinistros (risos). Quero ser um dos melhores do futebol na minha posição, sempre estar em alto nível, jogar na Seleção e estar sempre bem no meu clube. Quero fazer história e ser diferenciado na minha posição”, afirmou o zagueiro, que teria propostas de Espanha, França e Itália.

SEMANA IMPORTANTE

Católico, Rafael Marques gostaria até de ter tempo para ver o Papa Francisco, mas disse que é hora de concentrar as forças numa semana importante.

Sobre o que pediria ao líder da Igreja Católica, o atacante foi muito claro: “Muita força e saúde. A minha reza é essa. Que Deus me dê força e me abençoe para que eu siga fazendo o que gosto, que é jogar futebol”.

Você pode gostar