Por rafael.arantes

Rio - Já passou da hora de o Botafogo voltar a ser um visitante indigesto, como no primeiro turno do Brasileirão. Sem vencer fora de casa há nove rodadas, o Alvinegro conta com a estrela de Hyuri, neste domingo, às 17h, contra o Coritiba, no Couto Pereira, para conseguir a vitória e dedicá-la ao eterno ídolo Nilton Santos, que morreu na quarta-feira.A camisa usada pelos jogadores terá o número seis em cima da estrela solitária, uma homenagem ao Enciclopédia do futebol. Um triunfo recoloca o Glorioso no G-4.

Oswaldo quer vitória do Botafogo sobre o CoxaDivulgação

O retrospecto contra o Coxa é uma injeção de ânimo na torcida alvinegra. Nos últimos 14 confrontos, o Botafogo sofreu só uma derrota. No primeiro duelo ente os dois times pelo Brasileiro, Hyuri fez sua estreia com a camisa do Glorioso e teve atuação memorável no Maracanã na vitória por 3 a 1. O garoto não conseguiu manter o nível na sequência, mas seguiu trabalhando e conseguiu ‘roubar’ a vaga de Lodeiro no time titular.

Se vencer, o Botafogo vai quebrar uma marca própria na história do Brasileirão por pontos corridos. Em 2010, treinado por Joel Santana, o Alvinegro conquistou 25 pontos como visitante. Na atual campanha, 23 dos 58 pontos foram feitos fora de casa. Entretanto, desde o triunfo sobre o Náutico, pela 27ª rodada, que os comandados de Oswaldo de Oliveira não vencem longe de seus domínios.

A duas rodadas do fim, o duelo com o Coxa ganhou contornos de decisão pela situação dos dois times. O Coritiba luta desesperadamente para sair da zona do rebaixamento e o Glorioso vai para o tudo ou nada em busca da vaga na Libertadores.

“Esse jogo vai dar uma definição muito grande para as nossas possibilidades. Sempre digo que o próximo jogo é o mais importante. Esse, por ser o penúltimo, com a situação da tabela, tem ares decisivos”, disse Oswaldo de Oliveira.

Você pode gostar