Sob a batuta de Seedorf, Botafogo busca a vaga para a Libertadores

Holandês é o centro da atenções no jogo contra o Criciúma

Por O Dia

Rio - Seedorf pode fazer neste domingo, contra o Criciúma, às 17h, no Maracanã, seu último jogo com a camisa do Botafogo. Os alvinegros, entretanto, não querem acordar do sonho que tiveram a partir do meio do ano passado, quando ele chegou ao clube. Acreditam que, desta vez, tudo vai dar certo e o time terminará o Brasileirão entre os classificados para a Libertadores de 2014.

Seedorf tem a missão de liderar o Botafogo contra o CriciúmaCarlos Moraes / Agência O Dia

A conquista da vaga certamente fará o craque holandês repensar a aposentadoria. A motivação para disputar uma nova competição pode segurar o camisa 10 no clube até o meio da temporada, quando seu contrato se encerra.

Seedorf trouxe uma onda de otimismo durante a campanha no Brasileirão e não quer que os torcedores se decepcionem no fim como nos últimos dois anos. Para isso, ele precisa comandar o time da mesma maneira que o fez no primeiro turno. Sua filosofia vencedora contagiou os companheiros e neste domingo eles terão a prova final para mostrar que aprenderam direitinho a não se conformarem com as dificuldades impostas. E foram muitas no ano, desde a perda do Engenhão até a saída de jogadores importantes, como Fellype Gabriel e Vitinho.

FANTASMAS DO PASSADO

Chegou a hora de a estrela solitária brilhar e espantar os fantasmas que assombram os alvinegros. Enquanto os jogadores estiverem duelando em campo com o Criciúma, os torcedores estarão ligados nos jogos em Goiânia e Joinville.

Para finalizar o Brasileiro no G-4, o Botafogo, além de vencer, precisa que o Goiás não ganhe do Santos ou que o Atlético-PR perca para o Vasco. Se ambos tropeçarem e o Glorioso passar pelo Criciúma, Seedorf e companhia se garantirão na terceira posição e não precisarão secar a Ponte Preta, que, na quarta-feira, faz o segundo jogo da final da Sul-Americana contra o Lanús. Hoje, no Maracanã, não estará em jogo somente a vaga na Libertadores, mas também a continuidade da carreira de um craque mundial.