Com moral, Jefferson planeja para 2014 o seu melhor ano na carreira

Goleiro é uma das peças importantes do time na Libertadores

Por O Dia

Rio - Às vésperas da estreia na Libertadores contra o Deportivo Quito, no Equador, o goleiro Jefferson tem pela frente um ano especial. Indo para a sua sexta temporada no Alvinegro desde que voltou do futebol turco, o capitão de 31 anos vive a expectativa de jogar a sua primeira Libertadores da América na carreira, além, é claro, da tão aguardada convocação para a defender a seleção brasileira na Copa do Mundo. Com tantas metas importantes na temporada, o goleiro se mostra tranquilo.

Essa será a primeira Libertadores do goleiro JeffersonReprodução Internet

"Eu que sou o tipo de pessoa que vive passo a passo. Não vivo muito ansioso, sabe? Se a gente pensar nisso, a gente não faz o de agora. É esperar as coisas acontecerem, porque elas vão acontecer naturalmente" disse o goleiro ao site da Fifa.

Com a saída de Seedorf e Rafael Marques, Jefferson ganhou novas responsabilidades. Na volta do Botafogo à Libertadores depois de 18 anos afastado, o goleiro é a principal referência para a torcida alvinegra.

"Não tem essa coisa de começar do zero. A gente vai dar sequência a um ótimo ano que a gente fez, que foi 2013. Claro que saiu um grande profissional, que é o Seedorf, mas estão chegando outros jogadores também. São atletas qualificados, com passagens por grandes clubes, experiência em Libertadores. É só dar sequência naquilo que a gente vem fazendo que vai dar tudo certo."

Em grande fase e tido por muitos como melhor goleiro brasileiro em atividade, Jefferson ainda vive a expectativa de defender o Brasil na Copa do Mundo deste ano. Apesar do sonho, o goleiro mantém, por enquanto, o foco no Botafogo.

"Tenho reconhecimento do Felipão e da comissão técnica, mas não posso pensar na Seleção agora e esquecer o que está acontecendo no momento. A gente tem o Carioca e a Libertadores para disputar", confirmou o goleiro.