Fogo para acender a paixão

Torcida promete fazer o clima ferver antes de a bola rolar no duelo contra o San Lorenzo

Por O Dia

Rio - De na goleada (4 a 0) sobre o Deportivo Quito o mosaico com homenagem a Nilton Santos foi a grande atração da torcida que lotou o Maracanã, terça-feira, contra o San Lorenzo, os alvinegros querem fazer o clima ferver desde o lado de fora do estádio. E bem ao estilo Libertadores. A ideia é montar uma ‘Rua de Fogo’ para receber o ônibus com os jogadores antes de a bola rolar.

Os integrantes da Associação de Torcidas Organizadas do Botafogo (ASTOB) já entraram em contato com o Grupamento Especial de Policiamento de Estádios (Gepe) para tentar alterar o trajeto do ônibus da delegação, com o intuito de fazê-lo passar pela Rua Eurico Rabelo, onde há a maior concentração de alvinegros antes dos jogos.

Torcida alvinegra marcou presença no MaracanãMárcio Mercante / Agência O Dia

“Pretendemos distribuir de mil a cinco mil sinalizadores para que eles formem um corredor iluminado. Estamos tentando viabilizar tudo o mais rapidamente possível”, revelou Rodrigo Mancha, presidente da Fogoró e da ASTOB, ao O DIA.

No Brasil, torcidas de Internacional, Atlético-PR e Atlético-MG já fizeram a ‘Rua de Fogo’ para receber seus jogadores em partidas importantes, mas a do Ceará é a única que realiza o efeito pirotécnico constantemente.

No lado de dentro do Maracanã, também vai haver festa. Mas a ação, que segue sob sigilo, será discutida e aperfeiçoada hoje, durante reunião da ASTOB. Depois do show na vitória sobre o Deportivo Quito, a meta dos botafoguenses é continuar dando um verdadeiro espetáculo na arquibancada.

Hungaro exalta força da torcida alvinegra

Na sua primeira partida como treinador em um Maracanã lotado, Eduardo Hungaro percebeu a pressão que a torcida do Botafogo exerce sobre o adversário. Encantado, ele agora espera uma parceria cada vez mais forte com a arquibancada para que o time possa alçar voos ainda mais altos na Libertadores.

“Queremos apoio sempre. E o torcedor do Botafogo pode saber que será muito difícil ganhar de nós dentro do Maracanã nesta Libertadores com esse clima”, garantiu o treinador durante parti[QUARTA]cipação no programa ‘Arena Sportv’.