Por pedro.logato

Rio - Em busca de uma sobrevida no Carioca, o Botafogo entra em campo com seu time titular, nesta quinta, às 16h, contra o lanterna Audax, em Moça Bonita. Se não conseguir a vitória, o Alvinegro praticamente dá adeus ao sonho do bicampeonato estadual.

Apenas dois reservas serão escalados por Eduardo Hungaro, já que Jefferson e Lodeiro jogaram por suas respectivas seleções. Helton Leite e Daniel foram os escolhidos para substituí-los.

O meia, visto como grande promessa, não conseguiu deslanchar. Desta vez, ao lado dos titulares, ele terá a chance de justificar a renovação de seu contrato no início do ano, que aumentou a multa rescisória para R$ 64 milhões.

Hungaro vai escalar os titulares do BotafogoDivulgação

Depois da derrota para o Macaé, a situação do Botafogo no Carioca, que já era difícil, ficou ainda mais complicada. A classificação para as semifinais se tornou uma missão quase impossível, porque, além de vencer todas as partidas, o time precisa torcer por tropeços de Cabofriense, Vasco e Nova Iguaçu.

A liderança no Grupo 2 da Libertadores minimiza a decepção da torcida pela fraca campanha no Carioca. Nas quatro rodadas que faltam, o objetivo é pelo menos demonstrar a mesma vontade nos jogos da competição sul-americana.

“Temos que virar a chave para este jogo. Não vou dizer que está fácil de fazer isso, pois há muito tempo o Botafogo não disputava a Libertadores. É difícil para o nosso treinador também. Mas, independentemente disso, temos de fazer o nosso melhor, ultrapassar isso e colocar o clube em condições de disputar todos os títulos”, disse o volante Marcelo Mattos.

Time já pensa na altitude

Mesmo tendo duas partidas consecutivas pelo Carioca, os jogadores do Botafogo não conseguem tirar a cabeça da Libertadores. Prova disso é a preocupação do lateral-esquerdo Julio Cesar em relação à altitude no jogo da próxima semana, contra o Independiente del Valle, no Equador.

“Vamos pegar uma viagem desgastante para o Equador. Será um jogo difícil. Temos de estar com a energia lá em cima, é uma partida na altitude e precisamos estar preparados”, alertou Julio Cesar.

Assim como na primeira fase da competição, quando enfrentou o Deportivo Quito, o Botafogo chegará ao local apenas no dia da partida para minimizar os efeitos da altitude.

Você pode gostar