Hungaro convoca torcida alvinegra para jogo decisivo pela Copa Libertadores

Treinador diz que apoio do torcedor é fundamental para equipe bater o Independiente del Valle, nesta terça-feira, no Maracanã

Por O Dia

Rio - Acumulando três derrotas seguidas e eliminado do Campeonato Carioca, o Botafogo tem sido alvo de críticas da própria torcida. No último sábado, o Glorioso perdeu de 2 a 1 para o Boavista, em Bacaxá, e um grupo de torcedores hostilizou os jogadores e, principalmente, o técnico Eduardo Hungaro. A insatisfação com o rendimento ruim no torneio estadual é clara, mas não pode ser passada para o torneio sul-americano.

Hungaro pediu a presença da torcida do Botafogo para incentivar o time nesta terça-feira, no MaracanãDivulgação

Exaltando a importância da torcida para as pretensões do Botafogo na Copa Libertadores, prioridade do clube no primeiro semestre de 2014, o treinador do time convocou os torcedores a marcarem presença no Maracanã, nesta terça-feira, para o importante confronto contra o Independiente del Valle, às 22h. A média de público do Glorioso em jogos em casa pela competição sul-americana é de 36.637 pagantes.

"Agora a gente precisa se juntar, ser uma coisa só. Não somos só nós dentro do campo. Quando junta a torcida do Botafogo e jogadores, e promove aquilo que a gente viu lá no Maracanã, é muito difícil ganhar do Botafogo. Precisamos ter essa comunhão, como aconteceu contra o Deportivo Quito e San Lorenzo. E nós, da comissão e os jogadores, contamos com esse apoio do torcedor botafoguense que é fundamental para gente. O que eles querem, a gente quer demais. Que é conseguir a vitória e dar um passo rumo a classificação para o mata-mata", declarou Hungaro, confiante na classificação da equipe para a próxima fase da competição. 

O jogo, válido pela quarta rodada do torneio, pode ser um divisor de águas para os rumos do time na competição. Mesmo sendo líder do Grupo 2, o Botafogo está a apenas um ponto do Unión Española, na última posição. Caso ganhe, a equipe fica em situação mais confortável, com a classificação encaminhada para as oitavas de final. Se perder, pode ir para terceiro colocado. Após a derrota do último sábado, o treinador pediu novo ânimo aos jogadores. 

"No futebol, é bom se habituar com vitórias. Mas temos de levantar a cabeça. Vou precisar desses jogadores. Eles têm valor e estão muito chateados", comentou o técnico, referindo-se aos atletas que jogaram contra o Boavista.