Com time reserva, Botafogo se despede melancolicamente do Carioca com empate

Alvinegro empatou em 1 a 1 com o Nova Iguaçu em Bangu

Por O Dia

Rio - Com pouco público e mais uma vez com sua equipe reserva, o Botafogo se despediu de forma melancólica do Campeonato Carioca. Enfrentando o Nova Iguaçu, o Alvinegro empatou em 1 a 1, em confronto disputado em Moça Bonita.

Com o resultado, o Alvinegro terminou o Estadual com apenas 17 pontos em 15 rodadas. O Nova Iguaçu, que também já não tinha mais chances de classificação, acabou terminando o Carioca na frente do Glorioso com 19 pontos.

Botafogo terminou o Carioca com apenas 17 pontosCarlos Moraes / Agência O Dia

O JOGO

Mais uma vez utilizando seus reservas, o Botafogo começou a partida diante do Nova Iguaçu tomando a iniciativa. Aos 13 minutos, o volante Dedé arriscou de fora da área, mas a bola passou distante do goleiro Jefferson. Apesar da maior posse de bola do Glorioso, o time da Baixada era mais perigoso. Aos 14, Zambi passou por Dankler e obrigou Renan a fazer uma boa defesa.

>>> MAIS CARIOCA: Confira a classificação e a tabela do torneio

A partir da metade da primeira etapa, o Glorioso passou a criar mais chances e dar menos campo ao adversário. Aos 25, Cidinho cruzou na medida para Gegê, que cabeceou, mas a bola foi para fora. Dez minutos depois, aconteceu a melhor chance do Alvinegro no primeiro tempo. Alex arriscou de fora da área e a bola tocou no travessão de Jefferson.

>>> FOTOGALERIA: Botafogo se despede do Carioca com empate

Porém, apesar da pressão do Botafogo, quem abriu o placar foi o Nova Iguaçu. Aos 36 minutos, Dieguinho recebeu passe de Rodrigo Almeida e bateu cruzado, Renan tocou na bola, mas ela morreu no ângulo do gol alvinegro. Logo depois, o time da Baixada Fluminense quase ampliouo. Zambi recebeu em boas condições e finalizou, desta vez, Renan conseguiu evitar que a bola entrasse na rede.

O segundo tempo começou com uma boa chance do Nova Iguaçu. Após tentativa de Zambi, Dieguinho chutou, mas Dankler, em cima da linha, evitou o segundo gol do time da Baixada. Na primeira jogada ofensiva da segunda etapa, o Botafogo conseguiu um pênalti. Jorge Felipe derrubou Cidinho dentro da área. Na cobrança, Zeballos deixou tudo igual.

Apenas cumprindo tabela na competição as duas equipes não tiveram muito interesse e força para buscar a vitória na segunda parte da segunda etapa. Ambas as equipes passaram a errar muitos passes, comprometendo as ações ofensivas, e o placar terminou mesmo empatado.


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 1 NOVA IGUAÇÚ

Local: Estádio de Moça Bonita, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Agnaldo Xavier Farias
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos e Flávio Manoel da Silva
Cartões Amarelos: Dankler, Sidney e Gegê (BOT); Jorge Fellipe (NIG)
Cartões vermelhos: Dankler
Gols: Dieguinho, aos 36 minutos do primeiro tempo (NIG); Zeballos, aos 12 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO: Renan; Alex, Dankler, André Bahia e Júnior César (Sidney); Airton, Fabiano, Dedé (Daniel), Cidinho (Yguinho) e Gegê; Zeballos / Técnico: Eduardo Hungaro

NOVA IGUAÇU: Jefferson; Belarmino, Rodrigo Almeida, Jorge Fellipe e Amarildo (Uallace); Paulo Henrique, Rodrigo César, Dieguinho e Geovani (Leônidas); Zambi e Erick Foca (Palagar) / Técnico: Carlos Vitor