Bolívar conversa com Assumpção em jogo-treino dos reservas contra o Olaria

Após polêmica de salários atrasados, diálogo entre o zagueiro e o presidente do Botafogo dura apenas dois minutos

Por O Dia

Rio - O técnico Vagner Mancini utilizou os reservas na derrota de 1 a 0 no jogo-treino com o Olaria, da Série B do Campeonato Carioca, nesta terça-feira. O presidente do clube, Mauricio Assumpção, e o gerente de futebol, Sinei Loureiro, acompanharam a atividade, sentados à beira do campo. No fim da primeira etapa da atividade, o mandatário pediu para conversar com Bolívar. O diálogo entre os dois durou cerca de dois minutos.

O zagueiro Bolívar e o presidente Mauricio Assumpção conversaram nesta terça-feiraDivulgação

Apesar de estar presente, Sidnei Loureiro não participou da conversa. O goleiro Jefferson, que já tinha se exercitado na academia do Engenhão, também acompanhava ao jogo-treino no mesmo banco em que Bolívar e Mauricio Assumpção estavam, mas não entrou no diálogo.

As desavenças entre o camisa 4 e o mandatário do clube tiveram seu ápice na última terça-feira. O presidente Mauricio Assumpção quis rescindir o contrato do zagueiro, um dos líderes do elenco alvinegro nos protestos em prol do pagamento de salários atrasados. Os dois chegaram a trocar ofensas. Entretanto, o mandatário mudou de ideia após o grupo do Botafogo pedir a permanência de Bolívar.

Os jogadores do Glorioso continuam à espera de uma solução da diretoria para pagar os dois meses de salários atrasados e premiação não cumprida. Assumpção também conversou com o treinador Vagner Mancini e membros da comissão técnica antes do início do jogo-treino com o Olaria.