Por pedro.logato

Rio - O Botafogo voltou a vencer pelo Brasileirão. Diante do Coritiba em Volta Redonda, o Alvinegro jogou o suficiente para vencer a equipe paranaense por 1 a 0, gol marcado por Bolatti. Zeballos ainda perdeu um pênalti. O resultado foi importante para o Fogão já que o distanciou da zona de rebaixamento, em que está o Coxa, e complicou ainda mais a situação do rival na tabela.

Na décima segunda rodada do Brasileirão, o Glorioso atua no domingo, dia 27, contra o Flamengo, às 18h30, no retorno do Maracanã no pós-Copa do Mundo. Já o Coritiba vai até a Arena do Grêmio encarar o time gaúcho no mesmo dia e horário.

Bolatti marcou o único gol da partida no Raulino de OliveiraDivulgação

O JOGO

A partida começou com Jefferson tendo que mostrar porque é ídolo do Botafogo. Com apenas um minuto de jogo, em falta perigosa, Alex cobrou bem e o goleiro fez uma grande defesa, evitando que o Coxa abrisse o placar rapidamente em Volta Redonda. Aos 11 minutos, na primeira chance que teve, o Glorioso saiu na frente. Após escanteio, Bolatti se antecipou a marcação do time gaúcho e escorou para dentro das redes.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Atrás do placa, o time paranaense passou a procurar mais o jogo. Aos 19 minutos, Zé Love recebeu em boas condições, dentro da área, mas a finalização do atacante foi muito forte e passou longe do gol de Jefferson. Um minuto depois, o Alvinegro puxou um belo contra-ataque com Zeballos, o jogador rolou para Wallyson que chutou, mas a bola foi desviada pela defesa coritibana.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Brasileiro

Com dificuldades para penetrar na defesa alvinegra, o Coritiba passou a buscar jogadas de bola parada. Em algumas falhas do Glorioso, a equipe paranaense até chegou em condições de finalizar, mas nenhuma delas assustou o goleiro Jefferson. Depois o Coxa passou a tentar algumas enfiadas de bola, mas o arqueiro alvinegro se mostrou atento e fez boas interceptações.

No intervalo, Mancini modificou a equipe do Botafogo. O volante Gabriel entrou no lugar do meia Daniel. Com uma marcação mais forte, o Glorioso dificultou mais a vida do Coxa no começo do segundo tempo. A primeira chance na etapa final foi do Alvinegro. Aos dois minutos, Dória cabeceou, mas Gil evitou o gol do atleta carioca. Logo depois, Celso Roth decidiu mexer na equipe, tirando o volante e colocando o meia Elber na partida. A entrada dele melhorou a qualidade ofensiva do Coxa, que quase empatou em uma boa chegada do apoiador.

Na sua volta ao Botafogo%2C Jefferson teve uma boa atuaçãoDivulgação

Porém, o Coxa ainda carecia de qualidade. Com um esquema mais defensivo, o Botafogo passou a tocar mais a bola e cansar a equipe paranaense. Aos 33 minutos, Gegê fez bela jogada e tocou para Gabriel, que desabou dentro da área, o árbitro Nielson Nogueira Dias marcou pênalti. Na bola, Zeballos cobrou e Vanderlei defendeu. 

Após jogar fora a chance de matar a partida, o Alvinegro foi atacado pelo Coritiba, porém, a equipe paranaense que já carecia de qualidade não conseguiu ter forças físicas para pressionar com grande perigo o Glorioso. Com isso, o Fogão conseguiu segurar o resultado e ficar com os três pontos no Rio.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 0 CORITIBA

Estádio: Raulino de Oliveira (Volta Redonda-RJ)
Arbitragem: Nielson Nogueira Dias (PE)
Público: 1.594 presentes
Cartões Amarelos: Junior Cesar (BOT), Lucas (BOT), Luccas Claro (COR)
Cartões Vermelhos: _
Gols: Bolatti (BOT)

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Junior Cesar; Airton (8' do 2ºT - Rodrigo Souto), Bolatti, Daniel (Gabriel - Intervalo) e Zeballos; Yuri Mamute (30' do 2ºT - Gegê)  e Wallyson.
Técnico: Vagner Mancini

CORITIBA: Vanderlei, Norberto, Luccas Claro, Wellinton e Dener; Chico, Gil (7' do 2ºT - Elber), Germano (39' do 2T - Martinuccio), Robinho (25' do 2ºT - Geraldo) e Alex; Zé Love.
Técnico: Celso Roth

Você pode gostar