Na volta ao time, Edilson promete suar sangue no duelo com Luxemburgo

Jogador foi preterido pelo técnico do Fla nos tempos de Grêmio

Por O Dia

Rio - O clássico de domingo não reavivará apenas a rivalidade entre Botafogo e Flamengo. Edilson também tem um duelo particular que o fará entrar em campo com sangue nos olhos. Desafeto de Vanderlei Luxemburgo da época em que trabalharam juntos no Grêmio, o lateral promete entrega total pela vitória. O retorno do camisa 33 ao Botafogo possui um roteiro épico, com direito a aniversário de 28 anos no dia do confronto e confiança em um final feliz.

Os dois conviveram em 2012 e início de 2013 no Tricolor Gaúcho. Sem oportunidades com o treinador, Edilson se transferiu para o Glorioso no início do ano passado e, na chegada, disse que existia um jogo de cartas marcadas na equipe gaúcha.

Edílson deve voltar ao time titular contra o FlamengoDivulgação

A disposição para jogar contra o arquirrival é sempre a maior possível, mas, desta vez, o lateral admite que terá um gostinho especial.

“Com Vanderlei ou sem Vanderlei, minha motivação em clássicos é sempre a mesma. Vou dar a vida como costumo fazer, mas vou dar um algo a mais, sim. Além disso, é meu aniversário e quero a vitória de presente”, afirmou o camisa 33, que não atua desde 1º de junho.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Na atividade de quinta, Vagner Mancini não deixou claro qual formação mandará a campo no Maracanã. Edilson jogou em alguns momentos como lateral e outros como volante. Carlos Alberto e Wallyson também se revezaram no time titular. A única certeza é que Sheik comandará o ataque após cumprir suspensão.

O mistério será mantido nesta sexta-feira, tendo em vista que a imprensa só poderá acompanhar a atividade uma hora depois de seu início.