Botafogo reencontra Oswaldo de Oliveira no Maracanã

Gabriel, lançado no time do Botafogo pelo técnico do Peixe, está preparado para mostrar que aprendeu bem a lição

Por O Dia

Rio - Criador e criatura voltarão a se encontrar, só que desta vez em lados opostos. Gabriel se acostumou a ver Oswaldo de Oliveira na beira do campo dando instruções. Neste domingo, às 16h, no Maracanã, o treinador estará lá novamente, só que orientando o Santos, adversário do Botafogo, que luta pela primeira sequência de vitórias no Brasileirão. A torcida alvinegra terá pela primeira vez o reencontro com o técnico que levou o time à Libertadores depois de 17 anos.

Oswaldo foi quem promoveu o Gabriel aos profissionais em 2012. Perto do fim de seu contrato, tudo dava a entender que o garoto deixaria o clube sem ser aproveitado. Porém, o futebol deu uma de suas reviravoltas.

Gabriel foi lançado por OswaldoDivulgação

Seedorf foi contratado e para adquirir a forma física ideal treinou com o grupo no qual o volante estava e, logo, o ‘adotou’. A partir de então, o menino se tornou gente grande e as oportunidades apareceram. O técnico gostou da dinâmica que ele dava ao jogo e de suas roubadas de bola. Passou a ser titular e, quarta-feira, na derrota para o Ceará pela Copa do Brasil, completou 100 partidas com a camisa alvinegra.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

A gratidão com Oswaldo é gigante, mas, logo mais, ficará fora de campo. “Será diferente para mim por ser a primeira vez que enfrento um ex-técnico meu. Acho que vai ser legal. Ele me ajudou muito, me deu oportunidade. O Oswaldo trabalhou dois anos com a gente, conhece bem o clube e os jogadores, apesar de o elenco ter mudado muito desde a saída dele”, afirmou o jogador de 22 anos.

Glorioso e Peixe ainda buscam a afirmação no Brasileirão. Para o Alvinegro carioca, que segue afundado numa crise financeira, a situação é mais preocupante e uma derrota hoje pode afundá-lo para a zona de rebaixamento.

Daniel pronto para municiar os atacantes

Recuperado de lesão na coxa direita, Daniel é o trunfo do técnico Vagner Mancini para o duelo de hoje no Maracanã. Caberá ao garoto de 20 anos munir o ataque inédito formado por Sheik e Bruno Corrêa, que fez sua estreia no meio da semana.

“É um jogo muito importante para continuarmos seguindo com bons resultados no Brasileiro. Espero estar voltando ao time com vitória para subirmos na tabela cada vez mais”, disse Daniel.