Por jessica.rocha

Rio - Após a derrota por 2 a 0 para o Internacional, neste domingo, no Beira-Rio, o goleiro Jefferson ligou o sinal de alerta para a fase vivida pelo Botafogo. A um ponto da zona de rebaixamento e há três rodadas sem vencer, a situação alvinegra é preocupante e, para o camisa 1, não há mais tempo para erros.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo 

Goleiro liga o sinal de alerta no BotafogoDivulgação

"Neste jogo contra o Inter falei que temos 17 jogos até o fim do campeonato e não temos mais o que esperar. Desde o início do ano falei que este era um ano preocupante. Teremos de unir forças para alcançarmos os nossos objetivos. Daqui a pouco restarão 11 rodadas e teremos de ganhar oito, aí vai ficar complicado", afirmou o goleiro.

Como capitão do elenco, Jefferson cobra uma reação imediata da equipe do Botafogo para os próximos jogos.

"Não podemos ser hipócritas, é uma situação que assusta. Precisamos de sete ou oito vitórias no segundo turno. Temos time, elenco e treinador para isto. Mas temos de ser melhores que no primeiro turno. Temos que jogar com as facas nos dentes. Para isso teremos de mudar a postura de todos. Às vezes as pessoas têm medo de dizer que poderemos cair para a Segunda Divisão. Mas quando você pensa nisso, (no rebaixamento) liga o sinal de alerta", acrescentou o camisa 1.

Depois da derrota no domingo, os jogadores retornaram ao Rio na manhã desta segunda-feira. Os titulares da partida contra o Inter apenas ficaram na academia. Jefferson foi o único a treinar com bola com os demais.

O Botafogo ocupa a 14° posição no Brasileiro, com 22 pontos e na próxima partida encara o Bahia, quarta, às 22h, no Maracanã. Diante da fase, o goleiro ressaltou a necessidade de o Botafogo em vencer.

"Será um jogo de seis pontos. O Bahia está em baixa, mas tem jogadores de qualidade. Todos nós temos de assumir as responsabilidades. Temos quatros jogos e temos de somar pelo menos 10 pontos", finalizou o jogador.

Você pode gostar