Após ser denunciado por recusar a fazer exame antidoping, Airton é absolvido

Por unanimidade o voltante do Botafogo se livrou de uma possível suspensão

Por O Dia

Rio - O volante Airton foi absolvido por unanimidade pelo STJD, nesta quarta-feira. O jogador do Botafogo foi a julgamento por supostamente ter se recusado a realizar o exame antidoping, na partida contra o São Paulo, pela 20° rodada do Campeonato Brasileiro.

Airton é absolvido pelo STJD, nesta quarta-feiraDivulgação

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo 

Airton corria o risco de ser suspenso por até dois anos. Mas os auditores entenderam que o volante não teria como ter burlado o exame em tão pouco tempo.

"O atleta não havia sido sorteado. Nenhum atleta havia sido sorteado. Ele foi abordado. E perguntou: "Já teve sorteio?". Como ele disse que não, o jogador foi para o vestiário. Assim que o Airton foi sorteado, o oficial de controle de dopagem pegou o jogador e levou para a sala. O atleta cumpriu todos os requisitos", afirmou Aníbal Rouxinol, advogado do Botafogo.

Na semana passada, o jogador foi julgado pela pisada em Alexandre Pato e foi suspenso por duas partidas. Airton cumpriu uma automaticamente, mas o Botafogo conseguiu um efeito suspensivo e ele continuou jogando. Insatisfeita, com uma pena leve para o volante, a Procuradoria recorreu e o atleta será julgado novamente.