Botafogo decide afastar Bolívar, Edilson, Julio Cesar e Emerson Sheik do elenco

Diretoria alvinegra ainda não divulgou o motivo do afastamento

Por O Dia

Rio - O dia de treino, desta sexta-feira, no campo anexo do Engenhão começou com uma bomba. Quatro jogadores do elenco principal do Botafogo foram afastados pela diretoria do alvinegro. O zagueiro Bolívar, os laterais Julio Cesar e Edilson, e o atacante Emerson Sheik não treinam mais com o restante do grupo nesta temporada e terão o contrato rescindido.

Julio Cesar reagiu de maneira enérgica à noticia, jogando o seu colete no chão. Bolívar foi outro que contestou a decisão colocando o dedo em riste no rosto de Wilson Gottardo. O motivo do afastamento ainda não foi esclarecido pela diretoria alvinegra, mas especula-se que sejam divergências entre as partes: dirigentes x jogadores. Um comunicado oficial do clube deve ser divulgado ainda nesta sexta-feira.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Bolívar%2C Julio Cesar%2C Emerson Sheik e Edilson foram afastados pela diretoria alvinegraArte%3A O Dia Online

Bolívar, Julio Cesar e Edilson chegaram a ir para o campo de treino para participar da atividades recreativas antes da viagem para Salvador. Mas lá receberam a notícia do gerente de futebol Wilson Gottardo e do técnico Vagner Mancini. O treinador, ao saber da decisão da diretoria, colocou seu cargo à disposição e pediu para sair, mas o presidente Maurício Assumpção rejeitou. Sheik chegou no gramado atrasado e voltou ao vestiário em menos de cinco minutos depois do comunicado de Gottardo.

Anteriormente, em maio deste ano, os cartolas do Botafogo tentaram dispensar o zagueiro Bolívar, tido como um dos líderes do grupo nos protestos contra salários atrasados. Mas o elenco alvinegro se uniu e cobrou a permanência do jogador.

Edilson, que se recupera de um problema na coxa e no púbis, foi especulado nesta semana como possível reforço do Flamengo na próxima temporada. Emprestado pelo Corinthians até o fim do ano, uma renovação de Emerson Sheik irá retornar ao alvinegro do Parque São Jorge. O contrato de todos os quatro jogadores iria expirar em dezembro. 

Quem escapou das punições foi o goleiro Jefferson. O camisa 1 fez duras críticas aos dirigentes alvinegros depois da derrota contra o Grêmio, por 2 a 0, no Maracanã. Depois da partida, o jogador disse que torcida, jogadores e comissão técnica estavam sozinhos na briga contra o rebaixamento, mostrando um claro rompimento com os cartolas.

Com a vitória do Palmeiras, contra a Chapecoense, na abertura da 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Botafogo entrou na zona de rebaixamento e precisa vencer o Vitória, em Salvador, no sábado para sair dessa situação complicada.