Por fabio.klotz

Rio - No início, a ideia de jogar em Manaus foi vista com desconfiança. A longa viagem e o calor seriam mais obstáculos para transpor e conseguir as vitórias. E não é que elas vieram? Com 100% de aproveitamento na Arena da Amazônia, o Botafogo quer agora mandar mais jogos no estádio para conseguir se livrar do rebaixamento - de acordo com o matemático Tristão Garcia, o time ainda tem 59% de risco de cair.

Mancini aprova jogar na Arena da AmazôniaDivulgação

Jogadores e o técnico Vagner Mancini acreditam ter encontrado a casa fora do Rio de Janeiro. Além do lucro com a venda do mando de jogo, mais a participação na renda, os resultados têm sido animadores. Em duas partidas, vitórias sobre Corinthians e Flamengo.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

“Por mim, o Botafogo fazia aqui todos os seus próximos jogos como mandante. Além de termos um estádio maravilhoso, há o calor do povo de Manaus, a torcida que vem e incentiva”, disse Mancini.

O apelo foi ouvido pela diretoria, que já estuda levar para a cidade as partidas contra Atlético-PR, pela 33ª, e Figueirense, pela 35ª rodada. Sem poder atuar no Maracanã por causa de uma penhora provocada por ação do treinador Joel Santana, a estratégia era mandar os jogos em Volta Redonda. Porém, contra o Sport, além do prejuízo de quase R$ 60 mil, o empate não foi nada bom.

Apenas com a venda do mando das partidas com Corinthians e Flamengo, o Botafogo ganhou cerca de R$ 700 mil em cada, o que ajuda a amenizar a crise financeira. Os jogadores agradecem.

Você pode gostar