Com atuação apática, Botafogo perde para o Santos e cai para a Série B

Alvinegro é amplamente dominado pelo Peixe, não oferece resistência e queda para segunda divisão é sacramentada

Por O Dia

Santos - A tragédia anunciada finalmente se concretizou. Agonizando há algumas rodadas, o Botafogo perdeu para o Santos por 2 a 0 neste domingo, chegou a sexta derrota consecutiva e sacramentou o segundo rebaixamento da história para a Série B. Com uma atuação apática e sendo amplamente pelo Peixe, o Alvinegro não ofereceu nenhuma resistência e não evitou a queda para a segunda divisão. Leandro Damião marcou os dois gols da partida e foi o carrasco responsável por definir a queda da Estrela Solitária.

O único a se salvar pelo lado carioca foi o goleiro Jefferson, que com pelo menos quatro defesas dificeis, teve uma atuação digna em um jogo marcado por erros e apatia. O volante Gabriel, que demonstrou vontade durante toda a partida, também mostrou um nível um pouco superior aos seus companheiros. Os demais jogadores mantiveram o mesmo pífio desempenho que tiveram durante toda a temporada. 

Jefferson foi o melhor em campo, mas não conseguiu evitar o rebaixamento do BotafogoVanessa Rodrigues/A Tribuna de Santos

Com a derrota, a sexta seguida e a 22ª no Brasileiro, o Botafogo segue em 19º lugar com 33 pontos. No próximo domingo, o Alvinegro encerra a sua participação na Série A contra o Atlético-MG, às 17h, no Mané Garrincha, em Brasília. Já o Santos se mantém na 9ª colocação com 50 pontos e fecha a temporada de 2014 também no domingo contra o Vitória, às 17h, no Barradão.

O JOGO

Sem grande aspirações no Brasileiro, o Santos entrou em campo com muito menos peso do que o Botafogo, que precisava vencer a qualquer custo para tentar se salvar da queda, mas quem começou melhor o jogo foi exatamente os donos da casa. Logo no primeiro minuto, após falha da zaga, Gabriel emendou de primeira da entrada da área e a bola passou com perigo a meta de Jefferson.

Visivelmente nervoso, o Alvinegro não conseguia trocar passes e via o Peixe dominar as ações nos primeiros momentos de jogo. Aos 9, novamente o Santos chegou com perigo. Após falta cobrada na área, Gabriel recebeu em posição legal e rolou para David Braz, que já na pequena área, isolou por cima e perdeu uma chance clara de abrir o placar. A primeira chance do Botafogo veio apenas aos 15. Após falta cobrada para área, André Bahia desviou e a bola passou a direita do gol de Aranha.

Aos 28, Robinho e Gabriel fizeram uma bela troca de passes na entrada, e após um drible desconcertante em Dankler, o camisa 7 saiu cara a cara com Jefferson que abafou e fez uma defesa linda. Perdido em campo, o Botafogo via o Santos dominar o jogo com facilidade. Aos 35, o Peixe chegou duas vezes com perigo com Thiago Ribeiro e Renato, mas Jefferson, principal nome da partida, manteve o zero no placar.

Gabriel lutou%2C demonstrou raça%2C mas não conseguiu evitar o segundo rebaixamento da história do BotafogoAle Cabral

Somente aos 39 o Alvinegro conseguiu chegar novamente. Gabriel, do Botafogo, recebeu na entrada área, avançou e finalizou para defesa de Aranha. Aos 41, Renato pegou a sobra do escanteio e levantou na área para Gabriel carimbar a trave de Jefferson. Mais uma vez o Botafogo se safa de levar o primeiro gol. Após o lance, Dankler e Andreazzi discutiram asperamente e trocaram empurrões dentro da área.

O Botafogo voltou para o segundo tempo com a mesma preguiça do primeiro e o Santos continuava dominando a partida. Após entrar no intervalo no lugar de Robinho, Leandro Damião precisou de três minutos para corresponder. O camisa 9 fez uma linda jogada dentro da área driblando por duas vezes Dankler e finalizou no cantinho para abrir o placar na Vila Belmiro.

Após o gol, Vagner Mancini resolveu colocar o time para frente e colocou o atacante Murilo no lugar do volante Andreazzi. A mudança não surtiu efeito e o Santos continuou dominando a partida sem ser incomodado. Aos 9, Lucas Lima invadiu a área e finalizou para boa defesa de Jefferson. Aos 12, Mamute fez a primeira jogada de perigo do Botafogo no segundo tempo. O atacante driblou para o meio e chutou a esquerda da meta de Aranha.

O Botafogo perdeu para o Santos por 2 a 0 e selou o segundo rebaixamento para a Série B na sua históriaVanessa Rodrigues/A Tribuna de Santos

Aos 18, Gabriel, o melhor jogador em campo do Santos, fez novamente uma boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Thiago Ribeiro apenas empurrar para o gol, mas o lance foi anulado por impedimento. Atordoado e perdido em campo, o Botafogo continuava a ser amplamente dominado pelo Peixe e não conseguia oferecer perigo aos donos da casa. Com espaço e total facilidade para trocar passes, o Santos chegava fácil próximo ao gol de Jefferson, porém não conseguia finalizar.

Apático e entregue, somente o camisa 1 Alvinegro teve uma atuação digna. Aos 30, Renato apareceu sozinho na marca do pênalti e cabeceou à queima roupa e novamente Jefferson fez uma defesa espetacular evitando que o placar aumentasse.

Aos 44, após grande lambança da zaga, a bola sobrou para Leandro Damião dentro da área que finalizou com força e sacramentou o retorno do Botafogo a Série B após 12 anos do primeiro rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2X0 BOTAFOGO

Estádio: Vila Belmiro
Árbitro: Pedro Henrique de Godoy Bezerra (SC)
Renda e Público: R$ 126.750,00/Pagante: 4.269
Gols: Leandro Damião (Santos, aos 3' e aos 44' do 2ºT)
Cartões Amarelo: Junior Cesar (Botafogo) e Caju (Santos)
Cartões Vermelho: -

SANTOS: Aranha, Daniel Guedes, Edu Dracena, David Braz e Caju; Alison, Renato e Lucas Limas; Thiago Ribeiro (Diego Cardoso, aos 28' do 2ºT0, Robinho (Leandro Damião, intervalo) e Gabriel (Serginho, aos 36' do 2ºT). Técnico: Enderson Moreira.

BOTAFOGO: Jefferson, Régis, Dankler, André Bahia e Junior Cesar; Airton, Gabriel, Andreazzi (Murlio, aos 6' do 2ºT) e Ronny (Gegê, aos 12' do 2ºT); Yuri Mamute e Bruno Corrêa (Maikon, intervalo). Técnico: Vagner Mancini.