Botafogo se aproxima de voltar ao Ato Trabalhista e aliviar finanças do clube

Carlos Eduardo Pereira vê 'recuperação da credibilidade' do Glorioso em caso de aprovação do acordo

Por O Dia

Rio - A nova diretoria do Botafogo segue buscando maneiras de voltar ao Ato Trabalhista. Em entrevista para o site do Glorioso, o presidente do clube, Carlos Eduardo Pereira, explicou o acordo que vai viabilizar o pagamento de dívidas sem sofrer penhoras na receita do clube.

Botafogo se aproxima de acerto final para pagamento de dívidasDivulgação

"Hoje (terça-feira) tivemos mais uma reunião no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro e, junto com a equipe da contadoria do Tribunal, chegamos ao fechamento de números que foram considerados compatíveis com o orçamento do Botafogo e com o interesse do Tribunal", disse o mandatário.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Cofiante no acerto, o Carlos Eduardo ressaltou que a ideia surgiu de um esforço do clube, mas que trará fatores positivos no futuro. O presidente vê o retorno da credibilidade para o Glorioso, caso o acordo seja aceito.

"A contadoria encaminhará para a juíza centralizadora essa proposta e, estando de acordo, ela encaminhará para a presidência do Tribunal Regional do Trabalho para a homologação. Temos muita confiança na proposta que o Botafogo fez, uma proposta de muito esforço e sacrifício, mas também com certeza que, sendo essa proposta aceita, será um marco muito importante para a recuperação da credibilidade e do funcionamento normal do Botafogo", concluiu.