Titular da Seleção, Jefferson afirma que defender pênalti de Messi foi 'um gol'

Goleiro é um dos líderes da atual seleção brasileira e avisa que a penalidade defendida ficará marcada na sua memória

Por O Dia

Jefferson foi convocado pelo técnico Dunga para os amistosos contra França e ChileSatiro Sodré / SS Press

Rio - O goleiro Jefferson é um dos nomes de confiança do técnico Dunga na seleção brasileira. Tanto que o camisa 1 do Botafogo vem sendo titular nas partidas desde a Copa do Mundo, quando o comandante reassumiu a equipe. Em entrevista ao site oficial da Copa América de 2015, que será realizada neste ano no Chile, o arqueiro exaltou o treinador e disse está pronto para suportar a pressão de ser um dos líderes do elenco.

LEIA MAIS: Recuperado, Marcelo Mattos prova que está em sua melhor forma

"O Dunga é um cara que eu estou conhecendo agora. De fora as pessoas acham que ele é uma pessoa mais durona, mas pelo contrário: ele é uma pessoa super tranquila, gente boa. Abraça de todo o coração quem está com ele. Esse é todo o diferencial entre o Dunga e o Felipão e tenho aprendido bastante com ele", disse Jefferson.

"Até pela bagagem que tenho na seleção, pelos jogos que já fiz, por ter participado de uma Copa do Mundo. Fui capitão também no Superclássico (contra a Argentina) e isso pesa bastante. Então estou pronto com certeza para assumir essa liderança na seleção", comentou o goleiro.

Por falar no último Superclássico diante dos rivais argentinos, o camisa 1 lembrou o pênalti que defendeu de Messi. "Claro que no momento a gente torce, fica feliz, mas a gente não vibra como um torcedor, porque sabe que tem muita coisa pela frente ainda. Mas com certeza eu fiquei muito feliz. Isso vai ficar marcado na minha memória, na minha família, currículo, tudo. Mas tenho que manter os pés no chão", comentou.

"Foi como se fosse um gol. Eu peguei o pênalti ali, continuei no jogo, mas a repercussão que deu você pegar um pênalti do Messi foi muito grande. Tanto é que eu saio na rua e até hoje muitos torcedores falam: "pegou o pênalti do Messi". Isso marcou bastante", finalizou Jefferson.