Por edsel.britto

Rio - Ter o melhor ataque do Carioca, com 20 gols, é motivo de orgulho para René Simões. Entusiasta do futebol ofensivo, o treinador alvinegro colhe os frutos das escolhas feitas por ele na formação do elenco no início do ano: “Formamos um grupo com esse perfil, com um DNA de marcar muitos gols. E para ir à frente é preciso arriscar. Já falei várias vezes que prefiro ganhar de 5 a 4 do que de 1 a 0. Eu quero é ver gol, vibrar”, disse.

René Simões diz que ter melhor ataque do Carioca comprova acerto na formação do elenco alvinegroDivulgação

A distância para Flamengo e Fluminense, donos dos segundos ataques mais positivos, com 19, poderia ser maior. Por erros de arbitragem, três gols do Botafogo foram mal anulados no Campeonato Carioca. “Marcamos vinte e três, mas só valeram vinte”, brincou René.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

O poder de fogo da equipe deve ser ainda maior amanhã contra o Resende. Bill, que cumpriu suspensão na vitória sobre o Tigres, recebeu apenas uma advertência pelo tapa que deu em Bressan no clássico diante do Flamengo e está liberado para voltar.

Resta saber se o incômodo muscular que sentia não vai atrapalhar. Outro ‘reforço’ para o setor também poderá estar à disposição. Recuperado da lesão na coxa direita, Rodrigo Pimpão tem chances de ser relacionado, mas dificilmente jogará muito tempo. René Simões quer evitar que o atacante, titular no início do Carioca, tenha uma nova contusão.

Você pode gostar