Botafogo: Retorno em grande estilo

Renan festeja atuação de gala contra a Cabofriense e ganha parabéns do titular Jefferson

Por O Dia

Rio - O retorno foi de gala. Com a confiança de René Simões, dos companheiros e da torcida, Renan mostrou que o potencial que o fez ser titular com apenas 18 anos, em 2008, não ficou pelo caminho. A atuação impecável na vitória por 1 a 0 sobre a Cabofriense o respalda a continuar como reserva direto de Jefferson e mereceu até mensagem do amigo que está com a Seleção em Paris.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

“Assim que cheguei no ônibus, tinha uma mensagem dele me dando parabéns. Para mim e para o time, pela atuação. Na verdade, sempre teve isso, pela amizade que a gente tem. Assim como ele fala comigo, mando mensagem para ele quando está na Seleção”, contou o goleiro.

O goleiro Renan ganhou a confiança de René Simões e até assumiu a braçadeira de capitãoDivulgação

Além de substituir o titular na meta alvinegra, Renan também assumiu a braçadeira de capitão. Foi a maneira que o técnico encontrou de mostrar que todos no clube ainda acreditavam no potencial do camisa 1 temporário.

Uma atitude que pegou o goleiro de surpresa e serviu como uma injeção de ânimo antes da partida que marcou sua volta por cima: “Não foi a primeira vez, mas foi a mais especial. Uma honra. Não é o mais importante, mas pela forma que aconteceu. O René me passou confiança e sou muito agradecido a ele”, afirmou.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

Com a troca da diretoria e da comissão técnica, Renan voltou a se sentir motivado no Botafogo e passou uma borracha na temporada passada. Ele chegou a ser o quarto reserva sob o comando de Vagner Mancini, mas não guarda mágoa do ex-treinador.

“Respeitei a decisão dele e continuei no clube. O que aconteceu está no passado, resolvido. Estamos em 2015, ano novo, mais motivado, querendo crescer, ajudar, acreditando no projeto do clube. Nada contra o Mancini ou a antiga diretoria”, garantiu o goleiro.

Bill e Marcelo Mattos liberados para voltar a jogar

Há quinze dias sem jogar por causa de desgaste muscular, a dupla Marcelo Mattos e Bill está à disposição de René Simões para a partida de amanhã contra o Barra Mansa. Ambos cumpriram suspensão após a derrota por 3 a 1 para o Fluminense, mas não puderam retornar na rodada seguinte porque sofriam com dores.

O departamento médico, em decisão tomada juntamente com a comissão técnica, decidiu por recuperá-los totalmente antes de liberá-los. Ontem, eles treinaram normalmente e, agora, podem voltar.