Sobre foguete de 130 km/h, Carleto diz: 'Deu para ver que dificultaria para ele'

Lateral-esquerdo marcou o gol que iniciou a virada do Botafogo sobre o Madureira neste domingo, no Nilton Santos

Por O Dia

Rio - Após o foguete que deu inicio a virada por 4 a 1 do Botafogo sobre o Madureira, no Nilton Santos, foi a vez de Thiago Carleto analisar o seu feito. O Alvinegro sofreu um apagão na primeira etapa da partida, mas na volta ao segundo tempo, o lateral-esquerdo, em cobrança de falta, lançou uma bomba de 130km/h para o gol do Tricolor Suburbano e fez o Glorioso crescer no jogo, garantindo vaga nasemifinal do Campeonato Carioca. Modesto, o jogador afirmou que não bateu tão forte assim na bola.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

"Não sei (a velocidade), sei que quando a bola saiu já deu para ver que dificultaria para ele (Jonathan Ribeiro). Não bati tão forte, mas ele deixou o canto meio aberto. Falo sempre que meu forte é o chute. Quando saem essas faltas, treino bastante para fazer o gol", afirmou o lateral.

Explorando muito o jogo nas laterais%2C Thiago Carleto foi muito acionado no primeiro no tempoBruno de Lima

Carleto aproveitou para analisar também a atuação das equipes na partida e deu os créditos da vitória para o técnico René Simões, que acertou nas alterações, de acordo com o lateral.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Carioca

"No primeiro tempo, eles estavam segurando o meio de campo. O René acertou isso no intervalo, trocou o Elvis de posição com o Tomas, aí acertou. Passamos a pegar o lateral esquerdo deles, o Jobson participou mais, inibiu a subida deles. Acertamos os passes e concluímos", finalizou. 

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Carioca

Com 33 pontos, o Botafogo avançou à semifinal e ocupa a liderança temporária do Estadual. O próximo desafio do Alvinegro será contra o Macaé, na próxima quarta-feira, às 22h, no Nilton Santos.