Por fabio.klotz

Rio - René Simões não perdeu o otimismo. A derrota no clássico para o Fluminense, neste sábado, no Maracanã, não tirou a confiança do técnico do Botafogo. Ele elogiou a atuação do time alvinegro. Para René, o resultado foi injusto, mas o comandante deixou claro que o Fogão não vai se abalar na briga por uma vaga na final do Campeonato Carioca.

René Simões orienta o Botafogo%3A treinador ficou agitado à beira do campoAndré Mourão

"A leitura que todos nós fizemos foi boa. O Botafogo fez uma grande partida nos dois tempos. No primeiro, especialmente, o Botafogo controlou o tempo todo. Perdemos a bola no mesmo setor do campo e demos o contra-ataque. Mérito do Fluminense, que aproveitou talvez a única chance do primeiro tempo. No segundo, o Fluminense mudou posições e conseguiu sair com mais facilidade. Reagimos rapidamente na troca dos jogadores, eles fizeram o segundo gol, mas fomos para dentro deles. Poderíamos ter feito o segundo gol e outros. Jogamos muito bem. O resultado não diz o que foi o jogo, mas no futebol você tem de fazer gol. Vamos em frente, estamos vivos na competição", analisou.

LEIA MAIS: Botafogo não se abala com derrota e mantém confiança na classificação

Campeão da Taça Guanabara, o Botafogo entrou na semifinal com a vantagem de poder empatar os dois jogos. Porém, agora, terá de vencer o próximo clássico por dois gols de diferença. Um triunfo por um gol leva a decisão para os pênaltis.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

"Agora a vantagem passou para o outro lado. Eu sabia que nós faríamos um gol, só não esperava levar dois. Eu queria ter empatado em 2 a 2 e continuado com a vantagem. Não tem essa, jogador tem de saber jogar com pressão, jogar fora de casa, perdendo... Não pode ter esses melindres. Jogador tem de reclamar de quê? Tem de ganhar. Isso é profissionalismo. O jogador tem de saber disso. Tem muito folclore em torno do profissionalismo no futebol", declarou René.

Você pode gostar