Por pedro.logato

Rio - Não foi fácil, mas o Botafogo está na segunda fase da Copa do Brasil. Diante do seu xará, o Botafogo da Paraíba, o Glorioso venceu por 4 a 2, no Engenhão, e garantiu a vaga na próxima etapa da competição nacional.

O próximo adversário do Botafogo será o Capivariano. A equipe paulista eliminou o Caxias do Rio Grande do Sul na primeira fase, após uma vitória por 3 a 0 em casa e um empate por 0 a 0, longe dos seus domínios.

Botafogo venceu o xará paraibano e avançou na Copa do BrasilAndré Mourão

O JOGO

O Botafogo entrou em campo em clima de festa, depois do jogadores terem levantado a Taça Guanabara no Engenhão. Com pouca resistência dos rivais no começo do jogo, o Alvinegro foi tomando o controle das ações e logo abriu o placar. Aos 15 minutos, após cobrança de escanteio, Jobson desviou de cabeça e a bola se ofereceu a Bill. O atacante teve que finalizar duas vezes para vencer o goleiro Genivaldo e abrir o placar.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Com mais qualidade técnica, o Glorioso seguia dominando a partida, mesmo já estando em vantagem. O segundo gol saiu aos 33 minutos em um falha generalizada da defesa do xará paraibano. Arão recebeu na entrada da área, a zaga não cortou o passe do volante e Tomas desviou para o fundo das redes da equipe nordestina.

Botafogo levantou a Taça Guanabara antes de duelo no EngenhãoAndré Mourão

Com os 2 a 0 de vantagem, os donos da casa foram cedendo campo. Aos poucos, o Botafogo da Paraíba foi gostando da partida e diminuiu no último lance, antes do intervalo. Gustavo cobrou falta com perfeição e Renan nada pode fazer. A bola ainda tocou na trave antes de morrer nas redes do Alvinegro Carioca.

FOTOGALERIA: Alvinegro derrota xará paraibano pela Copa do Brasil

Pressionado pelo gol dos visitantes, o Botafogo voltou para a partida disposto a imprimir um ritmo forte novamente. A equipe carioca voltou a ter mais a posse de bola e ditar o ritmo do jogo, mas o clube paraibano era muito perigoso nos contra-ataques e o jogo passou a ficar mais aberto na etapa complementar.

O confronto estava complicado para o Glorioso, o terceiro gol saiu em um momento de falha do goleiro Genivaldo. O arqueiro saiu jogando errado, Willian Arão recuperou e tocou para Pimpão. O atacante rolou para o volante, que finalizou dividido com a marcação, mas mesmo assim chutou sem chances de defesa para Genivaldo.

O gol não aliviou a torcida alvinegra. Aos 35 minutos, a equipe da Paraíba encostou de novo no placar. Gustavo cruzou na medida para Airton, o jogador chutou dividindo com Renan, mas venceu o goleiro alvinegro, colocando fogo na partida. Os últimos minutos foram bem tensos, já que um gol classificaria os visitantes.

O Botafogo sofreu, mas no fim ainda conseguiu o gol libertador. Após cruzamento, a zaga paraibana falhou e Sassá conferiu, fazendo o quarto e último gol do duelo entre xarás no Engenhão.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 4 X 2 BOTAFOGO-PN

Estádio: Engenhão
Público: 4118 pagantes / 4747 presentes
Renda: R$ 70.720
Cartões Amarelos: Tomas, Elvis (Botafogo); Guto, Hércules, Rafael Oliveira (Botafogo-PB)
Gols: Bill, Tomas, Willian Arão e Sassá (Botafogo); Airton Oliveira, Gustavo (Botafogo-PR)

BOTAFOGO: Renan, Luis Ricardo, Renan Fonseca, Alisson, Carleto; Diego Giaretta, Willian Arão, Tomas (Sassá), Elvis (Fernandes); Jobson (Pimpão) e Bill

BOTAFOGO-PB: Genivaldo, Gustavo, Carlinho, Roberto Dias, Alex Cazumba (Airton Oliveira); Zaquel, Guto, Hércules, Doda (Bismarck); André Cossaco (Juninho) e Rafael Oliveira



Você pode gostar