Após gancho, Jobson é liberado e não participa de treino do Botafogo

Atacante ficou fora da atividade do Alvinegro na tarde desta sexta-feira, no campo anexo do Nilton Santos

Por O Dia

Rio - Após suspensão imposta pela Fifa, Jobson foi ausência no treino do Botafogo na tarde desta sexta-feira, no Nilton Santos. O atacante foi liberado e só deve voltar ao clube na semana que vem, desfalcando o Alvinegro na final do Campeonato Carioca contra o Vasco. Na atividade com o elenco, René Simões comandou um trabalho técnico.

Bill, que havia lesionado o tornozelo direito na semifinal contra o Fluminense, voltou pela primeira vez a treinar com bola. O atacante fez um trabalho à parte, e provavelmente deve ser liberado para jogar a final. Gilberto foi poupado do treino e ficou realizando atividade na academia, mas também não preocupa. 

Entenda o caso de Jobson

Enquanto ainda atuava no Al-Ittihad, da Arábia Saudita, Jobson teria se recusado a fazer um exame antidoping e teria sido suspenso por quatro anos pelo Comitê Antidoping do país. Após a suspensão, ficou a discussão se a punição valeria apenas dentro do país. Com isso, a defesa do atacante conseguiu a liberação para que ele voltasse a jogar no Brasil, pelo Botafogo.

A defesa de Jobson, alega que o jogador nunca deixou de fazer exames e que a acusação seria uma represália por ele ter entrado na Fifa contra o Al-Ittihad para receber salários e outros pagamentos devidos.

Colaborou Ulisses Valentim.