Surpreso com rescisão, Marcelo Mattos lamenta sua saída do Botafogo: 'É triste'

Salário de R$ 240 mil do volante teria sido decisivo para a diretoria do Alvinegro propor o rompimento do contrato

Por O Dia

Rio - Marcelo Mattos já teve o seu adeus decretado no Botafogo. Surpreso e aparentemente magoado, o volante, que estava no Alvinegro desde 2010, teve sua rescisão confirmada na última sexta-feira e revelou que não esperava essa decisão da diretoria do Glorioso. 

"Eu fui pego de surpresa, porque o meu salário estava sendo depositado em conta todo o mês, até que o mês passado o salario foi depositado pela metade. Eu fui perguntar o que houve, me chamaram pra conversar para falar sobre a rescisão", afirmou em entrevista à Rádio Brasil.

Além de lamentar bastante sua saída, o volante admitiu ter ficado chateado por não poder alcançar o objetivo que tanto queria em 2015: levar o Botafogo de volta à elite do futebol brasileiro. 

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Botafogo propõe quebra de contrato a Marcelo MattosDivulgação

"Para mim é triste estar se afastando. Tinha o objetivo junto com a equipe de ir, pelo menos, até o final do ano, de conseguir subir para a Série A com os meus companheiros, mas isso não foi possível", acrescentou. 

Atualmente, o Botafogo vive um situação financeira delicadíssima, o que teria pesado na saída de Marcelo Mattos, que recebia R$ 240 mil de salário por mês.

LEIA MAIS: Notícias, resultados e bastidores do Campeonato Brasileiro

"Entendo por um lado, porque a situação está complicada. O Botafogo não consegue patrocinador e chegou um momento que não estão conseguindo pagar. Houve essa proposta de rescisão, eu aceitei, mas falta alguns detalhes jurídicos que o meu advogado está cuidando e espero que dê certo para que seja resolvido o mais rápido possível. Eu gostaria muito de continuar, mas não foi possível", finalizou.