René esconde o jogo pra disparar na liderança

Com time guardado a sete chaves, Botafogo encara o Macaé

Por O Dia

Rio - O Botafogo continua como único invicto da Série B, mas, depois de oito rodadas, os adversários já estão vacinados contra o veneno alvinegro. A constatação fez René Simões mudar sua metodologia de trabalho e fazer mistério para o jogo deste sábado às 16h30, contra o Macaé, no Moacyrzão. O objetivo é surpreender o único adversário do Rio na competição.

Botafogo se prepara para enfrentar o MacaéDivulgação

Após o empate com o Boa Esporte, o técnico chegou à conclusão de que seu time está muito visado. Os mineiros souberam anular as principais armas alvinegras e seu time perdeu a chance de disparar na liderança.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Se os adversários de fora do estado já sabem como joga o Botafogo, o Macaé é uma espécie de inimigo íntimo. Os dois se enfrentaram há menos de três meses pelo Carioca e a vitória de 1 a 0 garantiu ao Glorioso a conquista da Taça Guanabara. Agora, na Série B, o duelo põe frente a frente a defesa botafoguense, a menos vazada da competição, contra o ataque macaense, o mais positivo.

“Ainda vou definir o time em uma conversa com a comissão técnica. Isso não ganha jogo, mas talvez eu seja um dos poucos que anuncia o time antes. O Boa veio sabendo muito de nós e armou a defesa bem ajustada no nosso esquema. O Macaé tem um bom time, sai rápido e tem algumas jogadas de bola longa. Ensaiamos no treino muitas coisas que eles fazem”, disse René Simões.

A maior interrogação está no meio-campo. Diego Jardel, Fernandes, Daniel Carvalho e Lulinha brigam por duas vagas. Luis Ricardo e Carleto duelam pela lateral esquerda. Mesmo em péssima fase, Bill está confirmado no ataque.