Botafogo tenta manter liderança em boas mãos

Com Jefferson inspirado, time encara hoje o Bragantino, às 21h50

Por O Dia

São Paulo - Nada como o carinho da torcida e a admiração dos companheiros para reconquistar a confiança perdida. Após uma Copa América com um nível de desempenho abaixo do normal, Jefferson reassumiu o papel de melhor goleiro do Brasil atuando pelo Botafogo. Se não levar gol nesta sexta-feira, às 21h50, contra o Bragantino, no interior paulista, o goleiro completará três partidas sem ser vazado.

Jefferson está há 180 minutos sem tomar golBruno de Lima / Agência O Dia

Uma vitória pode fazer com que o Glorioso aumente a vantagem de dois pontos em relação ao vice-líder Paysandu, que encara o Macaé hoje, no Norte Fluminense.

O retorno do capitão foi fundamental para que o time voltasse a ter a melhor defesa da Série B. Por conta dos quatro gols sofridos por Renan na derrota para o Macaé, o Botafogo deixou o posto momentaneamente. Porém, duas partidas depois, com o camisa 1 debaixo das traves, o prestígio foi prontamente recuperado.

Já são 180 minutos sem ter que buscar a bola no fundo da rede. Se contra o Sampaio Corrêa Jefferson trabalhou pouco, no confronto com o Ceará foi obrigado a operar milagres para evitar uma derrota. Na reta final do confronto, utilizou todo seu repertório de defesas e conseguiu manter o 0 a 0 no placar.

O Botafogo sofreu sete gols em 11 rodadas da Série B, mas um destes foi com o goleiro titular em campo, na vitória sobre o CRB por 4 a 1, em maio.

Se com a Amarelinha Jefferson causou certa desconfiança na fraca campanha na Copa América, com a camisa alvinegra, ele se torna uma espécie de super-herói incontestável.

“O Jefferson dispensa comentários, é goleiro da seleção brasileira e o nosso capitão. Sem dúvida, ele vem nos ajudando muito lá atrás”, afirmou o zagueiro Roger Carvalho.