Antiga joia da base corintiana, Lulinha vira um 'tiozinho' no elenco do Botafogo

Apoiador, de 25 anos, é um dos mais experiente do elenco

Por O Dia

Rio - Comandados pelo interino Jair Ventura, os jogadores do Botafogo realizaram uma série de trabalhos físicos, seguidos de uma atividade tática no Engenhão. Logo após o treino, o apoiador Lulinha, autor do gol na última vitória da equipe contra o Náutico, concedeu entrevista coletiva. O jogador, de 25 anos, surgiu como uma jóia no Corinthians em 2007, e agora, apesar de não ser um veterano, é um dos atletas mais experientes do elenco atual do Botafogo.

Lulinha decidiu vitória para o Botafogo sobre o NáuticoDivulgação

"É algo diferente, no futebol as coisa passam muito rápido. Anos atrás eu era esse moleque que estava subindo e indo treinar com uma rapaziada mais experiente. Hoje, na caminhada até o treino, andando com o Alisson, Emerson, perguntei a idade deles. Um é de 1994, outro de 96, eu sou de 90, estou velhinho (risos). Futebol passa rápido e vamos ganhando experiência. Falei com eles que estou me sentindo um tiozinho, estão com 18, 17 anos (risos). Estão chegando jogadores de qualidade que a diretoria foi buscar, temos que manter a pegada até o final", afirmou.

Depois de derrotar o Náutico que tinha a mesma pontuação do Alvinegro na competição, o Botafogo vai ter pela frente mais um adversário que disputa o título. Diante do Bahia, em Salvador, o Alvinegro quer vencer para se manter na liderança da competição.

"Jogo difícil, mas o bom é que temos a semana cheia para preparar, vamos encontrar muitas dificuldades. Estive lá, joguei por dois anos com a camisa do Bahia, sei como é jogar contra eles lá dentro (Arena Fonte Nova). Vão partir para cima, procurar o gol, com apoio da torcida, que a gente sabe que lota o estádio e dá motivação para os jogadores. É uma equipe que vai brigar pelo acesso, temos que estar atentos. Vai ser uma decisão para a gente", concluiu.