No embalo do ‘zen’ Ricardo Gomes

Treinador faz a sua estreia neste sábado contra o Luverdense

Por O Dia

Rio - No embalo da motivação de Ricardo Gomes, que volta ao futebol justamente no Nilton Santos, estádio onde sofreu o AVC que o afastou do que mais gosta de fazer por quatro anos, o Botafogo tenta se isolar na liderança da Série B. O Alvinegro recebe o Luverdense, neste sábado, às 16h30, disposto a vencer e convencer não só para ampliar a vantagem sobre os adversários, mas reconquistar a confiança da torcida — abalada após o melancólico 0 a 0 com o Criciúma na rodada passada.

Ricardo Gomes quer vitória sobre o Luverdense Vitor Silva / SS Press

Ao contrário do que se imaginava, o técnico não tem precisado controlar a ansiedade. Por mais que tenha passado longo período afastado da beira do gramado, Ricardo Gomes encara o retorno com naturalidade. Foi para isso que enfrentou a recuperação com todas as forças.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

“Estou muito feliz de estar de volta ao trabalho no campo. Férias são boas só quando você trabalha. Mas minha rotina não mudou. Não tenho insônia, por exemplo. Não estou ansioso. Vamos ver na hora. Pode ser que eu sinta frio na barriga. Sou o falso calmo. Estressado, mas controlado”, brincou.

A mudança no comando deu uma injeção de ânimo no grupo, que andava acomodado, fato constatado até pelo ex-comandante René Simões. O ambiente é favorável para a retomada do futebol bem jogado, bandeira que Ricardo Gomes sempre levantou e espera ver hasteada novamente pelo Alvinegro.

“Independentemente da divisão, o Botafogo tem que ter sempre um bom futebol. Não dá para prometer que vamos ser campeões, mas temos que apresentar sempre um bom jogo. Essa é a minha opinião desde a infância”, afirmou Ricardo Gomes.