Botafogo enfrenta o Santa Cruz e tenta voltar para a liderança da Série B

No duelo entre Jefferson e Grafite, Fogão precisa de gols para recuperar a primeira colocação do torneio

Por O Dia

Rio - O Botafogo precisa encerrar o jejum de gols do ataque se quiser recuperar a liderança da Série B do Brasileiro, mas o principal embate do duelo contra o Santa Cruz, neste sábado, às 16h30, acontecerá na defesa. Jefferson, goleiro da Seleção, vai encarar o veterano Grafite, que faz sua reestreia pelo time pernambucano após 13 anos. A expectativa é de Arruda lotado e muita pressão sobre o Alvinegro.

Neilton ganha chance no ataque do BotafogoDivulgação

Somente uma vitória recoloca a equipe comandada por Ricardo Gomes no topo da tabela, que, no momento, está ocupado pelo América-MG. Os mineiros venceram durante a semana e passarão o dia secando os adversários.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

O momento do Botafogo é de instabilidade e desconfiança por parte da torcida. Após a saída de jogadores importantes, como Marcelo Mattos e Pimpão, o time não conseguiu manter o nível de atuações e deixou escapar quatro pontos em casa nas duas últimas rodadas.

Apesar do trabalho de Ricardo Gomes ainda estar no começo, existe a expectativa de evolução da equipe no jogo deste sábado. O treinador teve toda a semana para trabalhar em prol dos gols, que não são marcados pelo ataque alvinegro há duas partidas. O setor recebeu atenção especial do comandante e sofrerá mudanças. Neilton começa, mas seu companheiro só será divulgado na hora do jogo. Luis Henrique e Navarro disputam a vaga.

Por conta da reestreia de Grafite, também há preocupação com a defesa. Os números e a sequência de treinos, entretanto, deixam Ricardo Gomes tranquilo. O Botafogo foi o time que menos levou gol na competição: oito.

“Nossos jogadores de defesa estão bem treinados e vão segurar. O Grafite é um jogador de Seleção e tem qualidade. Com certeza terá o nosso respeito e treinamos durante a semana para não lhe dar espaço”, afirmou o técnico, que fechou os dois últimos treinos para a imprensa.