Convocado para a Seleção, Jefferson desfalca o Botafogo por três partidas

Chamado por Dunga, goleiro não encara Atlético-GO, Vitória e Paraná e vira preocupação a mais para Ricardo Gomes

Por pedro.logato

Rio - Se Jefferson ainda fica com um frio na barriga durante as convocações, a torcida do Botafogo também deve ter a mesma sensação após saber que perderá seu principal jogador para a Seleção. Chamado por Dunga para os amistosos contra Costa Rica e Estados Unidos, o goleiro desfalcará o time por três jogos na Série B, justamente em um momento em que o Alvinegro tenta se recuperar no Brasileirão.

Jefferson foi novamente convocado para a SeleçãoMárcio Mercante / Agência O Dia

Fora das partidas contra Atlético-GO, Vitória e Paraná, Jefferson tem dois possíveis substitutos: Renan e Helton Leite. “Estamos bem servidos e qualquer um deles vai manter o nível enquanto eu não estiver aqui”, afirmou o camisa 1, confiante.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Nas convocações recentes de Jefferson, Renan foi o substituto. Mas desta vez pode ser diferente. Como machucou o joelho direito, o reserva ficou fora do jogo contra o Bahia, ainda com o auxiliar Jair Ventura, e o novo treinador, Ricardo Gomes, também o deixou fora do banco, escolhendo Helton Leite.

Mas, antes de se ausentar, Jefferson tem a missão de liderar o Botafogo em sequência importante na Série B para engrenar após forte turbulência que quase tirou o clube da zona de acesso. O primeiro desafio é o América-MG, num onfronto direto.

“Montamos um time que ninguém dava nada e fomos vice do Carioca. Perdemos jogadores, demos uma oscilada, mas a diretoria conseguiu repor a tempo. Agora temos uma equipe mais experiente com Serginho, Neilton, Navarro... Deu uma encorpada. Esse terceiro jogo vai ser bem melhor”, garantiu o goleiro.

Jefferson também comemorou mais uma convocação: “Sempre tem um friozinho na barriga, você fica na expectativa, brinca com a família.Ninguém tem cadeira cativa, mas fico feliz de agradar ao Dunga e de a Seleção estar gostando do meu trabalho. O principal é manter a regularidade no Botafogo para chegar forte nas Eliminatórias.”

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia