Botafogo tropeça no CRB e perde outra chance de voltar à liderança da Série B

Alvinegro amarga a segunda derrota seguida e terá de secar os rivais, neste sábado, para continuar no G-4 da competição

Por fabio.klotz

Alagoas - O Botafogo tem a defesa menos vazada da Série B, mas o setor defensivo tem deixado a desejar recentemente. Nesta sexta-feira, dois vacilos resultaram na derrota para o CRB: 2 a 1, no Estádio Rei Pelé. Dos 17 gols sofridos, cinco foram nos dois últimos jogos. Não à toa que o Alvinegro perdeu a segunda partida seguida (o outro revés foi para o Paysandu, por 3 a 2). E, mais uma vez, o Fogão perdeu a oportunidade de assumir a liderança. Pior. Corre o risco de sair do G-4 (vai precisar secar os rivais neste sábado) para se manter na zona de classificação para a elite do futebol brasileiro.

Neilton fez o gol do Botafogo%2C mas não impediu a derrota para o CRBFutura Press / Estadão Conteúdo

A maré alvinegra na Série B mudou. Após duas vitórias seguidas, duas derrotas consecutivas. É a falta de regularidade que impede que a caminhada do Botafogo seja mais tranquila. O primeiro passo para voltar ao rumo certo é ajustar o sistema defensivo. Contra o CRB, o Alvinegro buscou as jogadas pelas laterais, até em função do retorno de Navarro - Jefferson, lesionado, foi o desfalque do time. Porém, a pontaria não foi das melhores. Atrás, um pênalti bobo e um descuido na marcação complicaram a vida em Maceió.

Com 36 pontos, dois a menos do que o líder Vitória, o Botafogo está na segunda colocação. Porém, Sampaio Corrêa, Bahia e Paysandu, que jogam neste sábado, podem ultrapassar o clube carioca. O CRB pulou para 28 pontos e ocupa o 11º lugar.

Na próxima rodada, na terça-feira, às 21h30, o Botafogo recebe o Atlético-GO. O CRB joga no mesmo dia. Às 20h30, encara o Bahia na Arena Fonte Nova.

O jogo

O Botafogo buscou os lados de campo e quase abriu o placar com Navarro, novidade do time após se recuperar de lesão. Após cruzamento da direita, ele cabeceou com força, mas Juliano mandou para escanteio. O CRB, àquela altura, já havia feito a primeira mudança. Porém, foi a segunda mudança, também no primeiro tempo, que mudou a história do jogo. Isac entrou no lugar do lesionado Zé Carlos. Poucos minutos depois, foi abraçado por Diego Giaretta na área. Pênalti. Cañete cobrou e fez 1 a 0.

O empate quase aconteceu com Elvis. Após mais uma bola levantada pela direita, o meia cabeceou com perigo, para fora. Porém, a zaga do Botafogo vacilou de novo na sequência. Isac, livre, teve apenas o trabalho de completar cruzamento: 2 a 0. O Fogão conseguiu reagir e diminuiu o prejuízo com Neilton. O atacante recebeu passe de Elvis, passou pela marcação e chutou no canto para marcar o primeiro gol alvinegro. Carleto, em chute de fora da área, obrigou Juliano a salvar o CRB.

O técnico Ricardo Gomes também foi obrigado a fazer uma mudança no primeiro tempo. Com um problema muscular, Daniel Carvalho deu lugar a Sassá. O atacante quase fez a jogada que resultou no empate. Sassá cruzou para Neilton, mas a finalização foi para fora.

O Botafogo sofria para criar chances de perigo. O jogo era amarrado, o que favorecia o CRB. Vez por outra, os donos da casa arriscavam uma estocada. E quase chegaram ao terceiro gol. Pery aproveitou um descuido da zaga e invadiu a área pela esquerda. Helton Leite salvou o chute do lateral. Na tentativa de melhorar o setor ofensivo, Ricardo Gomes colocou Diego Jardel no lugar de Elvis.

O CRB ficou com um jogador a menos. Glaydson Almeida exagerou no carrinho e acertou Luis Ricardo. O volante levou vermelho diretamente. Porém, quase chegou ao terceiro gol. Somália, aquele mesmo que defendeu o Botafogo, fez jogada pela direita e cruzou com na medida para Isac, que errou a cabeçada. Os donos da casa desperdiçaram outra chance, agora com Gerson Magrão.

O técnico Ricardo Gomes fez a última mudança: sacou Serginho e pôs Diego. O empate quase saiu em bola parada. Após falta cobrada pela direita, Sassá surgiu livre, mas cabeceou para o alto. Helton Leite, nos acréscimos, ainda impediu o terceiro gol do CRB. E o Botafogo jogou fora mais uma chance de voltar para a liderança da Série B.

CRB 2X1 Botafogo

Estádio: Rei Pelé
Árbitro: Rodrigo D'Alonso Ferreira
Gols: Cañete (CRB, aos 22' do 1ºT), Isac (CRB, aos 25' do 1ºT) e Neilton (Botafogo, aos 30' do 1ºT)
Cartão amarelo: Zé Carlos, Somália e Gerson Magrão (CRB) e Diego Giaretta (Botafogo)
Cartão vermelho: Glaydson Almeida (CRB)

CRB: Juliano; William Cordeiro, Audálio, Gabriel e Pery; Somália, Leandro Brasília (Glaydson Almeida, aos 9' do 1ºT), Gerson Magrão, Clebinho e Cañete (Wellington Saci, aos 43' do 2ºT); Zé Carlos (Isac, aos 19' do 1ºT); Técnico: Mazola Júnior.

BOTAFOGO: Helton Leite; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Serginho (Diego, aos 37' do 2ºT), Willian Arão, Elvis (Diego Jardel, aos 27' do 2ºT) e Daniel Carvalho (Sassá, aos 39' do 1ºT); Neilton e Navarro; Técnico: Ricardo Gomes.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia