Jefferson volta em grande estilo

Barrado na Seleção, goleiro ganha afago no Fogão

Por O Dia

Rio - Ídolo maior da companhia, Jefferson se reapresenta hoje ao Botafogo após ter sido preterido por Dunga, quarta-feira, no jogo da Seleção contra a Venezuela, pelas Eliminatórias. O treinador justificou a barração do goleiro alegando que Alisson é (três centímetros) maior que o ídolo alvinegro e sabe sair jogando com os pés. O ex-titular admitiu ter sido surpreendido, mas evitou polêmicas.

“Fiquei triste, chateado. Mas tenho de respeitar a decisão do Dunga e respeitar também o Alisson”, disse Jefferson, que, no que depender dos jogadores do Botafogo, tem motivos de sobra para voltar a sorrir. Solidários, eles prometem receber o capitão de braços abertos.

Após defender a seleção brasileira%2C Jefferson retorna ao gol do BotafogoVitor Silva / SSPress

Com lugar garantido no time que enfrentará o Bragantino, sábado, no Estádio Nilton Santos, o goleiro, motivado, pode ser o diferencial na corrida rumo à Série A do Brasileiro.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

“Ficamos tristes com o que aconteceu, pelo critério que foi usado na Seleção. A responsabilidade foi jogada totalmente sobre o Jefferson. Mas será recebido aqui de braços abertos”, garantiu o lateral-direito Luis Ricardo.

A união, por sinal, é o ponto alto da equipe que lidera a Série B, com 56 pontos — um a mais que o Vitória e um jogo a menos na tabela. O momento é de concentração para que a equipe dispare na ponta. E Jefferson tem papel preponderante neste momento.

“Mudou treinador, jogadores e cada um entendeu que precisava dar a sua parcela de contribuição. Quando cheguei aqui o time era tido como indigente, que não chegaria. Serviu de motivação. O único ídolo que temos é o Jefferson. Nos inspiramos para correr mais”, frisou Luis Ricardo.

ESBOÇO DA EQUIPE

O técnico Ricardo Gomes começou a testar ontem, no Niltão, o time que pegará o Bragantino. Na lateral direita, Diego foi mantido, mas Luis Ricardo, recuperado de lesão, corre por fora. Após cumprir suspensão, Carleto volta à esquerda e Diego Giaretta, à zaga. No meio, Octávio e Tomas devem ser os escolhidos. A equipe titular foi formada por Helton leite, Diego, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto; Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Tomas e Octávio; Neilton e Navarro.