Com Túlio e outros craques, Botafogo festeja título de 95

Título do Brasileirão faz aniversário de 20 anos

Por O Dia

Rio - Um dia de festa e gloriosas lembranças que servem de inspiração para o Botafogo, que retorna ao seu lugar, na Série A, em 2016. Na comemoração dos 20 anos do título brasileiro, Túlio Maravilha e outros heróis da conquista receberam alvinegros de todas as idades em General Severiano e emanaram uma energia vitoriosa para que o clube volte ao topo do país em um futuro próximo.

Do time campeão em 95, Wagner, Wilson Goiano, Moisés, Jamir, André Silva, Iranildo, Marcelo Alves, Gonçalves, Donizete e o artilheiro Túlio marcaram presença.

Túlio Maravilha durante as comemorações na sede em General SeverianoErnesto Carriço

O técnico Paulo Autuori, o presidente à época, Carlos Augusto Montenegro, e o atual mandatário, Carlos Eduardo Pereira, também participaram da confraternização.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

A taça exposta refrescou a memória dos torcedores e, inevitavelmente, provocou um clima de saudosismo no ambiente. As enormes filas para fotos com os ídolos provaram que a conquista ainda está viva na lembrança dos mais velhos e que inspira a nova geração de alvinegros.

“É muita emoção depois de tanto tempo receber esse carinho todo. Várias crianças e jovens que não eram nem nascidos vieram festejar. É uma data que tem que ser lembrada e comemorada sempre. As homenagens devem continuar todo ano, até que o Botafogo seja campeão brasileiro novamente. E espero que não demore”, afirmou Túlio, o mais assediado do evento. A comemoração permitiu que ex-companheiros se reencontrassem e dessem risadas ao recordar histórias do passado.

Uma noite especial para ex-jogadores e torcedores. “Estou com o Túlio desde cedo, ele é muito figura. Muitas fofocas para colocar em dia. O Botafogo é um clube que sabe valorizar quem fez história”, destacou Donizete.

A confraternização na sede foi coroada com o lançamento do livro ‘95 — A Tua Estrela Brilha’, dos jornalistas Claudio Portella e Rafael Casé.