Camilo reforça desejo em acertar com o Bota, mas espera liberação da Chape

Meia destaca sonho em jogar por um clube da cidade onde nasceu, mas aguarda resposta do clube catarinense

Por O Dia

Rio - A novela da negociação entre Botafogo e Camilo ainda se arrasta e ganha novos capítulos. Após no início da semana, a chegada do meia estar praticamente sacramentada, na quinta-feira, a Chapecoense, clube com o qual o jogador ainda tem contrato até o fim de 2016, passou a exigir uma quantia para liberá-lo: R$ 2 milhões. Depois da nova exigência do clube catarinense, o Alvinegro vê a negociação mais distante. Porém, o próprio jogador fez questão de reiterar seu desejo em atuar pelo Glorioso.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

"Não depende só de mim, mas principalmente da Chapecoense também, então preciso acatar o que o clube achar melhor. Minha vontade é de jogar no Botafogo, vir para minha cidade. Desde pequeno sempre quis jogar em um grande clube do Rio, mas respeito da Chape”, declarou Camilo em entrevista à Rádio Globo.

Antes quase certa, a chegada de Camilo ao Botafogo se complicou nesta semanaDivulgação

A posição do atleta pode ser explicada, além da vontade de atuar em sua cidade natal, pela gana de voltar ao circuito de clubes mais tradicionais do futebol brasileiro. Revelado pelo Marília, Camilo já defendeu equipes como Cruzeiro, América-MG, e Sport. Agora, aos 29 anos, pretende ter General Severiano como seu próximo destino.