Botafogo vai com o que pode contra o Bangu

Com cinco desfalques para a estreia no Carioca, Alvinegro inscreve seis jogadores para estreia

Por O Dia

Rio - Os problemas de Ricardo Gomes nesse início de temporada são grandes. O elenco é pequeno, muito jovem e o treinador tem que fazer o que pode enquanto a diretoria não traz os prometidos reforços. Há, porém,duas opções de se ver a situação: com otimismo ou pessimismo. O Botafogo já tem cinco desfalques para a estreia do Carioca, sábado, contra o Bangu, em São Januário. Um copo meio vazio. Em compensação, a diretoria conseguiu inscrever seis jogadores no prazo para estarem em campo. Um copo meio cheio.

Os dirigentes registraram os contratos de Renan Fonseca, Emerson Silva, Bruno Silva, Airton, Diogo Barbosa, Luís Ricardo e Gegê. No entanto, os gringos Gervasio Nuñez, Joel Carli e Damian Lízio só poderão ser registrados com a abertura da janela de transferências internacionais, amanhã, e não terão condição de jogo, assim como Bruno Silva, que não foi inscrito a tempo. Neilton e Octavio, machucados, também estão fora.

Neilton é o principal nome do time do BotafogoVitor Silva / SS Press / Botafogo

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Botafogo

Assim, Ricardo Gomes deve mandar a campo Jefferson, Diego, Renan Fonseca, Emerson e Diogo Barbosa; Airton, Lindoso, Fernandes, Luis Ricardo e Gegê; Luís Henrique. Para obter mais força ofensiva, o Botafogo apresentou o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, ex-Goiás, e já disputou o amistoso contra a Desportiva. Ele garante que tem mais futebol do que mostrou na estreia, quando o Glorioso foi derrotado por 2 a 1 pela equipe capixaba.

“Sou um lateral que gosto de atacar, mas não tenho feito muitos gols. Espero que saiam aqui no Botafogo. Aos poucos a gente vai se soltando, se adaptando. Acredito que, na estreia (no Carioca) vou poder fazer mais do que eu fiz na pré-temporada”, disse Barbosa, que falou sobre a pressão de jogar com a camisa 6 que foi de Nilton Santos:

“Fiquei sabendo da importância dessa camisa 6 e me preparei bastante. Se eu for o escolhido para usá-la tenho que estar bem. Quero mostrar que contrataram um bom jogador para usar a 6.”

Henrique ganha na Justiça e está livre para deixar o clube

O Botafogo sofreu mais uma derrota. A Justiça do Trabalho negou o recurso do clube que tentava manter o vínculo de Henrique Almeida. O jogador entrou com um processo cobrando pendências financeiras e agora está livre para assinar com outro clube. O provável destino do atacante é o Internacional.

Após a decisão favorável ao jogador na semana passada, o clube pagou 26 meses de Fundo de Garantia, mas nem assim conseguiu sucesso. O clube deve ingressar com novo recurso para tentar mudar a decisão judicial e contar com o jogador.