Por pedro.logato

Rio - Quando o ano de 2016 começou, a diretoria do Botafogo foi às compras, pesquisou mercado, contratou, mas mal sabia ela que a solução para o ataque estava dentro de casa. Ribamar, revelado nas categorias de base, ganhou uma oportunidade de Ricardo Gomes na pré-temporada, no Espírito Santo, e mostra que é peça fundamental no time que faz campanha invicta no Campeonato Carioca.

Ribamar vem se destacando no BotafogoVítor Silva/SSPress/Botafogo

“Procuro sempre estar tranquilo. A pressão sempre vai existir, independentemente de quem está do outro lado. É normal quando se jogar num time grande como o Botafogo. Meus companheiros também me passam confiança e o trabalho vai fluindo”, disse o jogador ao site oficial do Botafogo.

Os números de Ribamar são muito bons para quem tem apenas 18 anos. São nove partidas (sete vitórias, dois empates e 558 minutos jogados) e dois gols, ambos contra o mesmo adversário, o Fluminense. O primeiro como profissional foi no clássico da primeira fase, no Espírito Santo, na vitória por 2 a 0. O segundo foi anotado de peito, meio que sem querer, no empate em 1 a 1 em Volta Redonda. Gols em momentos decisivos e que só ajudam a consolidar sua condição de titular.

“Fico muito feliz por poder ajudar o Botafogo com gols, ainda mais nos clássicos, que são jogos importantes. É a questão do posicionamento. Estava no lugar e momento certo e pude completar para o gol”, completou.
Contra o Madureira, domingo, em Los Larios, Ribamatar estará em ação. Para o sossego dos alvinegros.

Você pode gostar