Botafogo perto de contratar atacante

Anderson Aquino chega como candidato a referência ofensiva, mas diretoria busca nome de peso para o setor

Por O Dia

Rio - À procura de uma referência ofensiva em 2016, o Botafogo está próximo do acerto com Anderson Aquino, até o fim do ano, mas continua no mercado em busca de um nome de peso para a sequência da temporada. Do Linense, Aquino chegará a General Severiano sem custo, após o Paulista.
O reforço teve o nome aprovado pelo técnico Ricardo Gomes, que acompanhou de perto seu desempenho na Série B do Campeonato Brasileiro de 2015. Com dez gols, ele foi o artilheiro do Santa Cruz.

Anderson Aquino está a caminho do BotafogoDivulgação

“Anderson Aquino me agrada muito. Ele pode jogar como camisa 9, mas é um segundo atacante. E não é o último reforço. Não terminamos esse ciclo”, avisou o comandante alvinegro.

Um sonho antigo

A boa fase de Anderson Aquino não se estendeu a 2016. Pela Linense, o atacante, de 29 anos, fez apenas quatro gols e chega ao Rio com imensa responsabilidade. Entre os clubes grandes, o Botafogo tem o pior ataque na temporada: soma 19 gols, enquanto Flamengo e Vasco têm 24 e o Fluminense, 27.

Anderson Aquino esteve muito perto do Botafogo em 2013. Então destaque do Coritiba, ele chegou a treinar em General Severiano. Entretanto, não foi aprovado nos testes físicos. Com uma lesão no joelho direito diagnosticada, o negócio foi desfeito e o atacante foi para o Coritiba.

Três anos depois, Aquino terá sua segunda chance. No momento, Ricardo Gomes conta apenas com três promessas no setor: Luis Henrique, de 17 anos, Ribamar, de 18, e Neilton, de 22. A diretoria consultou a situação de Rafael Moura e Thiago Ribeiro, mas nenhuma conversa avançou. Junior Dutra negocia a liberação com Al Arabi, do Catar, e ainda pode pintar para a disputa do Brasileiro.

Duas novidades contra o Bangu

Com Emerson Silva e Octávio escalados entre os titulares no treino desta sexta-feira, na Escola Naval, o técnico Ricardo Gomes praticamente definiu a equipe que enfrentará o Bangu, neste domingo, em São Januário.

Por sentir dores na panturrilha direita, Renan Fonseca não participou da atividade e foi vetado. Como Emerson ainda está se recupera de lesão na coxa direita, seu xará Emerson Silva foi confirmado ao lado de Carli.

A suspensão de Bruno Silva abriu brecha no meio de campo e Octávio saiu em vantagem na disputa. O apoiador Marcinho tem agradado ao comandante alvinegro, mas corre por fora. Contra o Bangu, a equipe terá a volta de cinco titulares que não encararam o Coruripe-AL, terça-feira, pela Copa do Brasil.