Por pedro.logato

Rio - O reencontro de Sassá com a bola está confirmado no confronto com o Coruripe-AL, nesta quinta-feira, às 21h30, em Los Larios, pela Copa do Brasil. Recuperado de uma grave lesão no joelho esquerdo, o atacante não joga desde o dia 31 de outubro. A longa espera foi recompensada com outra surpresa de última hora: a inscrição para os jogos decisivos do Carioca.

Botafogo encara o Coruripe nesta quinta-feiraVitor Silva / SS Press

Com dificuldade para descrever o tamanho de sua ansiedade, Sassá herdou a vaga do zagueiro Emerson, que sofreu outra lesão na coxa direita e só voltará a ser opção no Brasileiro. “É um sentimento que não dá para descrever. Estou louco para chegar amanhã (hoje), sentir o friozinho na barriga e poder entrar em campo. Não será fácil. Se o Coruripe fizer um gol, já muda a história. Vai ser uma partida que vai exigir muito. É ter a cabeça boa para conseguir a vitória”, disse Sassá.

‘Reforço’ de última hora, o atacante será um dos dez reservas em ação contra o Coruripe-AL. Com a vantagem do empate, o Botafogo decidiu poupar os titulares de olho no clássico de domingo. Hoje à tarde, eles treinam em General Severiano. Suspenso, Joel Carli é a exceção.
Com a atenção do clube dividida entre a Copa do Brasil e o Carioca, Sassá chama a responsabilidade para o compromisso mais próximo. “Estou feliz de ser lembrado, de poder disputar a final. Mas agora estou pensando mais no Coruripe. O jogo mais importante que eu tenho é esse. Domingo, é outro esquema”, advertiu o atacante.

NO ESTALEIRO

O médico Luis Fernando Medeiros revelou que o zagueiro Emerson, que sofreu uma nova lesão na coxa direita, deve ficar até quatro semanas afastado. Em recuperação de uma lesão na coxa esquerda, Airton tem chance de reaparecer no segundo jogo contra o Vasco, dia 8 de maio.

Você pode gostar