Botafogo leva susto, mas Sassá garante a classificação na Copa do Brasil

No retorno ao time, atacante salva a noite e evita um vexame

Por O Dia

Rio - O Botafogo levou um susto, mas se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil. Diante de um público de apenas 261 presentes e poupando o time titular para a final do Carioca - apenas Carli, da equipe principal, começou jogando -, o Fogão viu o Coruripe sair na frente, mas a estrela de Sassá brilhou. Foi dele o gol de empate: 1 a 1, nesta quinta-feira, no Los Larios. Como venceu o jogo de ida por 1 a 0, o Glorioso avançou para enfrentar o Juazeirense, da Bahia (as datas ainda não foram divulgadas).

Em seu retorno%2C Sassá fez o gol da classificação do BotafogoVitor Silva / SSPress / Botafogo

Ricardo Gomes já havia avisado: considera Sassá um "bom reforço". O atacante provou que pode ser útil. Ele mudou o panorama do jogo no segundo tempo. Foi recompensado com um gol de pênalti em seu retorno após seis meses parado. O atacante e o goleiro Helton Leite se salvaram em uma noite em que Botafogo quase pôs a perder a classificação.

Agora, o Botafogo pode pensar única e exclusivamente na final do Carioca, contra o Vasco. O primeiro duelo será neste domingo, às 16h, no Maracanã.

O jogo

O Botafogo não se encontrou no primeiro tempo. O Coruripe se aproveitou e colocou as asinhas de fora. Júnior Chicão parou em Helton Leite. O Fogão pouco criava e viu o rival dar o bote. Jean derrubou Ivan na área. Pênalti. João Paulo cobrou e fez 1 a 0: Helton Leite tocou na bola, mas não impediu o gol.

A situação alvinegra só não ficou pior graças a Helton Leite. João Paulo recebeu pela direita e bateu cruzado, mas o goleiro se esticou todo e salvou. A primeira e única chance do Botafogo aconteceu aos 47 minutos. Yaca Núñez achou Lizio na área. O chute saiu rente à trave direita.

O Botafogo voltou para o segundo com Sassá no lugar de Luis Henrique. Foi o retorno do atacante após seis meses parado, em função de uma cirurgia no joelho esquerdo. O Fogão melhorou e foi para cima. Sassá, na primeira chance, parou no goleiro Fernandes. Depois, em jogada aérea, cabeceou para fora - estava sem ângulo.

O gol de empate só poderia ser dele. Fernandes chutou a bola, que bateu na mão de Jair. Pênalti. Sassá chamou a responsabilidade, deslocou o goleiro e deixou tudo igual: 1 a 1. O Botafogo tranquilizou o jogo. Bruno Silva, que entrou na vaga de Lizio, foi expulso na reta final do duelo. O Coruripe buscou o gol da classificação e teve a chance, mas Roger, cara a cara com Helton Leite, emendou para fora. A torcida alvinegra pôde respirar mais tranquila. Classificação sofrida...

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1X1 CORURIPE

Estádio: Los Larios
Público e renda: 211 pagantes / 261 presentes / R$ 4.640,00
Árbitro: Wanderson Alves de Souza
Gols: João Paulo (Coruripe, aos 28' do 1ºT) e Sassá (Botafogo, aos 20' do 2ºT)
Cartão amarelo: Jean e Bruno Silva (Botafogo) e Mazinho, Ferreira e Tiago Lima (Coruripe)
Cartão vermelho: Bruno Silva (Botafogo)

BOTAFOGO: Helton Leite; Diego, Igor Rabello, Joel Carli e Jean; Dierson (Rodrigo Lindoso, aos 36' do 2ºT), Fernandes, Lizio (Bruno Silva, aos 14' do 2ºT) e Gervasio Núñez; Neilton e Luis Henrique (Sassá, no intervalo); Técnico: Ricardo Gomes.

CORURIPE: Ferreira; Renato (Sadrak, aos 30' do 2ºT), Thiago Papel, Willames José e Igor (Roger, aos 37' do 2ºT); Jair, Mazinho e Tiago Lima; João Paulo, Ivan (Candinho, aos 29' do 1ºT) e Júnior Chicão; Técnico: Jaelson Marcelino.