Problema: Jefferson terá de operar e desfalcará o Botafogo por três meses

Airton também é baixa: volante operou a coxa esquerda

Por O Dia

Rio - O Botafogo ganhou um problema e tanto para o início do Brasileiro. O goleiro Jefferson terá de passar por cirurgia no braço esquerdo e desfalcará o time por três meses. Médico alvinegro, Luiz Fernando Medeiros explicou o problema com o capitão.

Jefferson vai ficar fora de combate por três mesesVitor Silva / SSPress / Botafogo

"Jefferson foi constatada uma lesão bastante incomum, ruptura parcial do tendão do tríceps. Infelizmente aconteceu com nosso goleiro. Cirurgia programada para amanhã (terça-feira) à noite, sem dúvida vai se recuperar. A previsão de afastamento em torno de três meses. Leva o tempo necessário para recuperação da forma física e técnica. A gente crê que em três meses esteja jogando", declarou o médico, nesta segunda-feira, em General Severiano.

Jefferson se machucou na vitória sobre o Juazeirense, na quinta-feira, pela Copa do Brasil. Ele saiu no segundo tempo após sentir o problema no aquecimento e desfalcou o time na derrota para o São Paulo, na estreia no Brasileiro - Helton Leite foi o titular e deve continuar no gol alvinegro.

O goleiro não é o único problema médico do Botafogo. Airton foi operado e deve ficar um mês fora de combate.

"Airton teve lesão grave no adutor da coxa esquerda. Essa lesão foi tratada conservadoramente, evoluiu bem, mas ao retornar aos treinos ainda apresentava dor. Repetido exame de imagem, a lesão era extensa, cabia procedimento cirúrgico. Está muito bem. Airton prevê tempo mais curto, em torno de um mês esteja jogando. Tem sempre que levar em conta a questão física e técnica do atleta", explicou Luiz Fernando.

Além de Jefferson e Airton, o Botafogo ainda cuida de Joel Carli, Diogo Barbosa, Emerson, Octávio e Gegê.