Botafogo em busca de uma nova casa

Luso-Brasileiro, ou melhor, Arena Botafogo pode receber jogos da Série A ainda este mês

Por O Dia

Rio - Nova casa para a sequência do Brasileiro e da Copa do Brasil, o Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, batizado de Arena Botafogo pelos alvinegros, começa a ganhar forma e tem previsão de receber jogos ainda este mês. Embora não tenha anunciado uma data, a diretoria mantém o otimismo com o estágio avançado das obras.

Desde a assinatura do contrato de parceria com a Portuguesa, no fim de abril, as obras no estádio entraram em ritmo acelerado. O castigado gramado recebeu uma atenção especial e prioritária no primeiro estágio da reforma e contará com um sistema de irrigação totalmente computadorizado.

Operários trabalham na construção de arquibancadas tubulares e nos últimos retoques para a inauguração da Arena BotafogoSodré/SSPress/Botafogo

Além da melhora do sistema de iluminação para as partidas à noite, o aumento da capacidade do estádio segue a todo o vapor. Com o início da instalação das arquibancadas tubulares e das cadeiras na área social, a Arena Botafogo abrigará até 18 mil torcedores — a capacidade anterior era de 3.718 espectadores. A CBF exige um mínimo de 15 mil lugares para liberar um estádio para jogos do Brasileiro.

Como o Engenhão ficará sob os cuidados do Comitê Organizador dos Jogos Rio-2016 até o fim de outubro, a diretoria alvinegra costurou um rápido acordo com a Portuguesa, que disputará a Série D do Brasileiro, para minimizar o desgaste das longas viagens ao longo da competição.

Em seis rodadas, o Botafogo já mandou partidas em Volta Redonda, Juiz de Fora e Brasília. Satisfeito com a solução, o presidente Carlos Eduardo Pereira, porém, não abriu os valores investidos na construção das arquibancadas, instalação de refletores e do sistema de irrigação e reforma do gramado.

“Vai haver um equilíbrio entre o que o Botafogo já gastava normalmente com a manutenção do Estádio Nilton Santos e apoiado na receita de sócio-torcedor”, disse o dirigente durante entrevista coletiva em que anunciou o acordo com a Lusa.