'A bola não está entrando', lamenta Ricardo Gomes após o empate do Bota

Técnico bate na tecla da quantidade de gols para que o Alvinegro deixe a má fase no Campeonato Brasileiro para trás

Por O Dia

Rio - O Botafogo sofreu o gol do empate em 1 a 1 com o Vitória nos acréscimos, mas a má atuação aconteceu em todo o segundo tempo. Tendo de engolir mais um resultado com gosto amargo, Ricardo Gomes assume a má fase e ressalta a importância de reencontrar o caminho dos gols.

"O futebol não é uma ciência exata. A bola não está entrando. Essa fase tem de ser diluída e acabar. Passamos a semana treinando muito. Mas ainda não deu o ar da graça em relação à quantidade de gols que precisamos", disse o técnico, que completou falando sobre o público pequeno:

"É muita coisa. Tem um histórico, a torcida lembra dos anos gloriosos do passado, é exigente... Temos muitos jogadores formados no Botafogo. É o momento da recuperação esportiva e financeira do clube, em 2015 e 2016. O torcedor não precisa entender. É um processo interno para dar frutos lá na frente. Não é o caso de agora. No dia a dia ainda é difícil para todos, mas vamos sair dessa situação que não é legal. Uma vitória nos tiraria da zona do rebaixamento. Ainda tem muita para acontecer."

O Botafogo segue na lanterna do Campeonato Brasileiro, com cinco pontos, mas está a apenas dois pontos do Coritiba, primeiro time fora da zona de rebaixamento. O Alvinegro encara o América-MG na quarta-feira, às 21h, no Raulino de Oliveira.