Ricardo Gomes celebra um ano no Botafogo e promete retribuir em campo

Técnico recebeu homenagens, mas afirmou que está focado na partida do Alvinegro contra a Chapecoense, no domingo

Por O Dia

Rio - A história de superação do Botafogo se confunde com a de Ricardo Gomes - ambos deram a volta por cima juntos, servindo de apoio um ao outro -, e o comandante completa, nesta sexta-feira, um ano à frente da equipe. Após sofrer um AVC em campo, em 2011, ficou longe da beira dos gramados por quatro anos, até, enfim, assumir o Alvinegro. Com a confiança retomada, levou sua equipe novamente à elite do futebol brasileiro e, atualmente, luta para subir na tabela.

"Estou feliz pelo aniversário. Mas minha preocupação é fazer com que o time continue evoluindo. Começamos com atraso. Espero vida longa. Queremos estar nas primeiras colocações. Em poucas rodadas do returno, espero que ganhemos nova visão. Agradeço ao time, imprensa, torcida, que compareceu e apoiou no último. Essa data é muito mais para mim, pelo histórico de quatro anos fora. Graças a essa diretoria, que teve paciência. Retorno é colocar o time na parte de cima da tabela", disse Ricardo Gomes, que completou:

Ricardo Gomes comemorou um ano à frente do BotafogoReprodução Twitter

"Não tenho palavras exatas. Na minha situação existia muitas dúvidas. Trabalho coletivo - futebol é isso. Aos poucos fui melhorando. Três a quatro semanas não foram como esperava, mas aos poucos fui evoluindo. Demorei a me libertar da sequela física e da dúvida. Consegui superar com esse apoio. Agradeço a homenagem, mas minha cabeça está no próximo jogo, no Brasileiro."

Mesmo em dia de festa, o treinador alvinegro comandou o treino dos jogadores. Ricardo Gomes não poderá contar com Sassá e Rodrigo Pimpão, mas terá Neilton à disposição. O atacante não foi a campo na manhã desta sexta-feira, mas viaja normalmente com o elenco. Com isso, o técnico formou a equipe com Sidão; Luis Ricardo, Carli, Emerson e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Fernandes, Salgueiro e Camilo; Canales. 

"Neilton foi poupado. Sobre Canales, esperar as horas antes da partida. Está à disposição e pode começar jogando. Neilton pode ser um trunfo, pelo aspecto tático, físico. Tudo é levado em consideração. Pode começar jogando. Contra o Flamengo foi opção. Ele tem muita habilidade. Às vezes gosto que entre com o rival desgastado. Depende do cenário. É muito mais minha escolha de proposta de jogo. Mas ele tem capacidade para começar jogando todos os jogos", explicou Ricardo.

O Botafogo encara a Chapecoense no domingo, às 16h, na Arena Condá. Com 17 pontos, o Alvinegro é o 15º colocado na tabela do Brasileirão.