Para enterrar o Z-4: Botafogo encara o Internacional de olho na Libertadores

Equipe alvinegra tem duas metas na partida: a vitória afasta de vez o risco de rebaixamento do time, e também alimenta esperança de entrar no G-6

Por O Dia

Rio - Uma vitória nesta quarta-feira e a principal meta do Botafogo na temporada será oficialmente alcançada. Porém, além de ultrapassar a marca dos 46 pontos necessários para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, a equipe alvinegra poderá entrar na zona de classificação para a Libertadores de 2017. Por isso, a partida contra o Internacional, às 21h45, na Arena Botafogo, pode ser o divisor de águas para o time buscar a vaga no torneio mais importante do continente.

Victor Luís será mantido na vaga de Diogo BarbosaDivulgação

Para terminar a rodada no grupo dos seis primeiros, o Alvinegro precisa vencer o Colorado e torcer por um tropeço do Atlético-PR, amanhã, contra o Grêmio, em Porto Alegre, ou do Fluminense no clássico diante do Flamengo, em Volta Redonda.

Dúvida na frente

Apesar da proximidade do G-6, o discurso no Botafogo segue o mesmo que o técnico Jair Ventura vem pregando desde que assumiu: pés no chão e concentração na fuga de qualquer risco de degola.

"A gente vem trabalhando forte e mantendo o foco, que é escapar do rebaixamento. Depois a gente pensa na Libertadores. Essa euforia é mais do torcedor. Não podemos deixar isso nos tirar do foco", ressaltou o lateral Alemão.

O time que vai a campo hoje contra o desesperado Internacional será praticamente o mesmo que venceu o Figueirense, no domingo. Com Bruno Silva suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Dudu Cearense ganha a vaga no meio.

A única dúvida fica para o comando de ataque. Jair Ventura só deve confirmar a escolha entre Sassá e Vinícius Tanque 45 minutos antes da partida com o Internacional.