Sassá não estipula limite para o Botafogo: 'Chegar no lugar mais alto possível'

Atacante prefere não responder aos que cravaram o rebaixamento do Alvinegro e garante foco total do elenco na briga pela Libertadores

Por O Dia

Rio - A surpreendente campanha do Botafogo no Brasileirão tem em Sassá um dos destaques do bom momento do time. O atacante briga pela artilharia da competição com Gabriel Jesus e Robinho. De candidato a rebaixamento para um dos times que brigam por uma vaga na Libertadores, o Alvinegro não estipula metas agora que a conta mágica para evitar o Z-4 já foi alcançada.

"Começo do ano não tinha encaixado o time, depois peças foram chegando, Camilo chegou e deu uma força, Neilton teve sequência, eu tive sequência. Limite não tem como falar, mas a gente quer botar o Botafogo no lugar mais alto que a gente conseguir", afirmou Sassá em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Sassá credita a campanha do Botafogo ao bom ambiente vivido no elencoVitor Silva / SS Press / Divulgação

E para Sassá, a sintonia do elenco e bom ambiente dos jogadores com a comissão técnica, e principalmente, Jair Ventura, é um dos diferenciais para a boa campanha do Botafogo no Brasileirão.

"Nosso clima é muito bom, todo mundo se respeita bastante, todo mundo parceiro, humilde. Agora está podendo sonhar com coisas maiores. Trabalho com o Jair tem cinco anos, diálogo dele comigo muito mais fácil, para mim não influenciou muito, não."

Já sobre os críticos que apontavam o Botafogo como um dos favoritos ao rebaixamento, Sassá preferiu uma resposta amena: "Nosso ambiente é muito bom para trabalhar. Nosso time trabalha bastante, não sabia se ia cair, passou uma fase meio turbulenta, graças a Deus conseguimos dar a volta por cima. A gente não tem que provar nada para ninguém. É o "politicamente correto", mas não é isso que eu quero falar."