Carli espera confronto difícil contra líder, mas diz: 'não tem desafio melhor'

Zagueiro do Bota também falou sobre uma possível convocação à seleção argentina, elegendo dois compatriotas entre os melhores do mundo

Por O Dia

Rio - Um dos principais pilares do time do Botafogo nesta temporada vem sendo o argentino Joel Carli. Experiente, o defensor chegou para reforçar o elenco no fim do ano passado e acumula boas atuações pelo Alvinegro. O desempenho chegou a fazer alguns cogitarem uma convocação do defensor para a seleção argentina.

Zagueiro do Botafogo elegeu Mascherano como um dos melhores do mundoDivulgação/Botafogo

No entanto, o próprio Carli procurou não alimentar essa possibilidade nesta quinta-feira, após a reapresentação do elenco em General Severiano. Ao falar dos atletas que compõe a sua seleção natal, o argentino disse que dois compatriotas estão entre os quatro melhores jogadores do mundo.

"Eu tenho agradecido as palavras e a gente que me apoia, mas sou consciente que tenho que trabalhar muito para chegar mais a frente. Se eu estivesse em campo [contra o Brasil], talvez fosse quatro [a zero] e não três. Então não tem isso. Os três melhores são Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar, mas acho que o Mascherano também é", afirmou o xerife da zaga do Botafogo.

O zagueiro alvinegro também mostrou que não espera jogo fácil contra o líder Palmeiras, neste domingo, mas promete empenho do elenco para tentar conquistar a vitória e surpreender.

"Acho que vai ser um jogo complicado, mas é o jogo que gosto de jogar. Importância, enfrentar o líder do campeonato e tenho fé de que sairemos com os três pontos. Melhor desafio ir para a casa do líder e ter que fazer ponto. Trabalhar muito e ir confiante. Vai ser um jogo complicado, o Brasileirão tem times e jogadores grandes. Será complicado, mesmo com o Gabriel Jesus"

O Botafogo ocupa a quinta colocação do Brasileirão, com 55 pontos, há três jogos sem vencer. Faltando apenas três rodadas para o fim da competição, o clube carioca tem 87% de chances de se classificar à Libertadores do próximo ano e enfrenta o líder Palmeiras no próximo domingo, às 17h, em São Paulo.