Camilo festeja chegada de João Paulo e Montillo para dividir a responsabilidade

De férias, Jair Ventura já quebra a cabeça sobre as novas peças que ganhou para remontar o meio de campo alvinegro

Por O Dia

Rio - Camilo terá companhia em 2017. Com a chegada de João Paulo (ex-Santa Cruz) e Montillo (ex-Shandong Luneng, da China), os dias de solidão do camisa 10 na criação de jogadas devem acabar. Principal nome do Botafogo no Campeonato Brasileiro, o apoiador não teve um substituto imediato ao longo da competição. Apesar dos belos gols, assistências e participação decisiva no esquema do técnico Jair Ventura, ele celebra a contratação de reforços para a posição.

De férias, Jair Ventura já quebra a cabeça sobre as novas peças que ganhou para remontar o meio de campo alvinegro visando o duelo com o Colo-Colo, do Chile, pela pré-Libertadores, tratado como prioridade no ano. Ao que tudo indica, o treinador pode abrir mão do bem-sucedido esquema com três volantes. Isso, no entanto, é assunto para os trabalhos técnicos e táticos na pré-temporada que será realizada em Domingos Martins, no Espírito Santo, entre os dias 17 e 25.

Montillo assinou contrato com o Botafogo com validade de 1 anoAlexandre Loureiro / SSPress/ Botafogo

Destaque no Carioca de 2016, Leandrinho, que perdeu espaço no segundo semestre após uma série de lesões, é outra opção para o setor. Em ano de calendário cheio, o técnico Jair Ventura comemora as alternativas para montar a equipe, mas ainda aguarda a chegada de reforços para outras posições.

CAICEDO REVELA PROPOSTA

A diretoria alvinegra trabalha intensamente para fechar o elenco até a reapresentação, marcada para o dia 11, em General Severiano. Victor Luis despertou o interesse do Sport, mas ainda trata o Botafogo como prioridade. O gerente de futebol, Antônio Lopes, é quem está à frente da negociação com o Palmeiras.

À procura de nomes para o ataque, o vice de futebol, Cacá Azevedo, e outros integrantes da cúpula alvinegra trabalham em outra ponta para avançar na negociação ‘casada’ com William Pottker, da Ponte Preta, e Lucca, do Corinthians. A dupla é agenciada pela mesma empresa, a Elenko Sport, que trabalha para costurar um acordo com clubes. Apesar da concorrência de rivais brasileiros e do exterior, o fator Libertadores pode pesar a favor do Botafogo.

A diretoria também monitora com cautela o mercado sul-americano e o nome de Caicedo voltou a ser comentando. O atacante do Independiente Medellín confirmou à rádio colombiana ‘Caracol’ a oferta feita pelos dirigentes do Botafogo.