Por sarah.borborema
Rio - Entre chegadas e partidas, o técnico Jair Ventura já começa a esboçar o Botafogo de 2017. Com a vaga na pré-Libertadores — o time estreia em fevereiro, contra o Colo-Colo —, o Alvinegro precisa estar pronto mais cedo que os rivais, e projeta a equipe ideal antes mesmo da reapresentação do elenco, marcada para quarta-feira, em General Severiano.
Jair Ventura%2C em treino do BotafogoVitor Silva / SS Press

Preocupado com o entrosamento, Jair Ventura comemora a manutenção do elenco e a chegada de reforços pontuais (seis até aqui). "Sempre bati nessa tecla da importância da manutenção do elenco e a gente conseguiu. Sabemos que o mercado é competitivo, pois tivemos jogadores que fizeram um grande ano pelo Botafogo", disse o treinador à Rádio Globo, acrescentando: "Perdemos Neilton, Sidão e Diogo, mas conseguimos manter a maioria da defesa. Isso ajuda a vida do treinador, pois eles já sabem a minha filosofia e isso facilita."

O Botafogo se reforçou com o goleiro Gatito Fernandez, os laterais Jonas e Gilson, os meias João Paulo e Montillo e o atacante Roger.
Publicidade
"Eu recebo jogador vindo da China, de São Paulo, do Recife, de Minas, então, agora, o grande desafio, é fazê-los entender como funciona tudo aqui, o nosso jeito de trabalhar. Isso requer um tempo, mas nós não temos esse tempo, pois nosso calendário é apertado", afirmou.
Ventura vê como um desafio o pouco tempo de pré-temporada — o Botafogo estreia no Campeonato Carioca dia 25, contra o Madureira, jogo ainda sem local definido. “Nós teremos 14 dias antes do nosso primeiro jogo do Carioca, que é dia 25, mas não cabe a mim ficar reclamando da tabela, e sim dar um jeito de colocar esse grupo da melhor maneira e da melhor forma o quanto antes possível”, completou o treinador.